Um título inédito para ser bastante comemorado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 23/04/2019 às 08:05:00

 

O Frei Paulistano fez história neste sábado. Com uma vitória por 3 a 1 sobre o Itabaiana, o time conquistou pela primeira vez na história, o título do Campeonato Sergipano, em jogo disputado no Batistão, no jogo de volta da grande final.
No jogo de ida, no Etelvino Mendonça, o Frei Paulistano já havia vencido por 2 a 1, e por isso entrou com uma boa vantagem para a grande decisão deste final de semana.
Do lado do Itabaiana, a frustração é das maiores, uma vez que esse é o quarto vice-campeonato consecutivo da equipe no estadual. O Tremendão perdeu o título duas vezes para o Sergipe, em 2016 e 2018, e uma para o Confiança, em 2017 e agora para o. Frei Paulistano
Em campo, o Frei Paulistano deixou o título muito bem encaminhado logo no primeiro tempo, quando abriu uma vantagem de dois gols, com Tiquinho aos 17 e Acássio aos 30. O Itabaiana até diminuiu, com Paulinho Macaíba, aos 44, mas no segundo tempo o cenário não mudou e o Frei ainda marcou o terceiro, com Igor, aos 42.

O Frei Paulistano fez história neste sábado. Com uma vitória por 3 a 1 sobre o Itabaiana, o time conquistou pela primeira vez na história, o título do Campeonato Sergipano, em jogo disputado no Batistão, no jogo de volta da grande final.
No jogo de ida, no Etelvino Mendonça, o Frei Paulistano já havia vencido por 2 a 1, e por isso entrou com uma boa vantagem para a grande decisão deste final de semana.
Do lado do Itabaiana, a frustração é das maiores, uma vez que esse é o quarto vice-campeonato consecutivo da equipe no estadual. O Tremendão perdeu o título duas vezes para o Sergipe, em 2016 e 2018, e uma para o Confiança, em 2017 e agora para o. Frei Paulistano
Em campo, o Frei Paulistano deixou o título muito bem encaminhado logo no primeiro tempo, quando abriu uma vantagem de dois gols, com Tiquinho aos 17 e Acássio aos 30. O Itabaiana até diminuiu, com Paulinho Macaíba, aos 44, mas no segundo tempo o cenário não mudou e o Frei ainda marcou o terceiro, com Igor, aos 42.