Árbitros CBF participam de Jornada Técnica

Esporte


  • Árbitros sergipanos do quadro da CBF participaram de mais uma Técnica, para padronização da arbitragem brasileira

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
Os árbitros sergipa-
nos pertencentes 
ao quadro nacional, participaram na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), de mais uma Jornada Técnica. Segundo o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol, Édmo Oliveira, o encontro tem como principal objetivo, promover uma padronização nos critérios de arbitragem das competições promovidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
- A CBF tem a preocupação anual, de antes do início das competições nacionais, enviar emissários a todas as federações do país, para que esses instrutores, repassem as diretrizes de padronização do futebol brasileiro. E aí eles abordam itens como impedimentos, faltas imprudentes, ações temerárias, mão na bola, bola na mão. Enfim, todos os conceitos que a CBF tem e massificar na cabeça do árbitro, para que eles possam ter uma padronização nacional - disse Edmo Oliveira.
As aulas foram através de videoconferência. A Jornada Técnica contou com instrutores renomados como Alício Pena Júnior e Manoel Serapião. O evento foi coordenado por membros da Comissão Nacional, entre eles Edson Rezende e do presidente Cel. Marinho. Além do presidente da Comissão Estadual, Edmo Oliveira, o vice-presidente Mário Sérgio Bancilon e o secretário Raniel de Jesus, o diretor de arbitragem da FSF, Coronel Carlos Rollemberg, esteve supervisionado todo o evento.

Os árbitros sergipa- nos pertencentes  ao quadro nacional, participaram na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), de mais uma Jornada Técnica. Segundo o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol, Édmo Oliveira, o encontro tem como principal objetivo, promover uma padronização nos critérios de arbitragem das competições promovidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
- A CBF tem a preocupação anual, de antes do início das competições nacionais, enviar emissários a todas as federações do país, para que esses instrutores, repassem as diretrizes de padronização do futebol brasileiro. E aí eles abordam itens como impedimentos, faltas imprudentes, ações temerárias, mão na bola, bola na mão. Enfim, todos os conceitos que a CBF tem e massificar na cabeça do árbitro, para que eles possam ter uma padronização nacional - disse Edmo Oliveira.
As aulas foram através de videoconferência. A Jornada Técnica contou com instrutores renomados como Alício Pena Júnior e Manoel Serapião. O evento foi coordenado por membros da Comissão Nacional, entre eles Edson Rezende e do presidente Cel. Marinho. Além do presidente da Comissão Estadual, Edmo Oliveira, o vice-presidente Mário Sérgio Bancilon e o secretário Raniel de Jesus, o diretor de arbitragem da FSF, Coronel Carlos Rollemberg, esteve supervisionado todo o evento.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS