GAF do Brasil se deu bem na Copa de Mundo de Tóquio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/04/2019 às 06:52:00

 

Com uma atuação segura em todos os aparelhos, a brasileira Carolyne Pedro ficou em quinto lugar na disputa da Copa do Mundo All-Around (Individual Geral) de Ginástica Artística Feminina, encerrada na madrugada deste domingo, em Tóquio (JAP). 
Única representante do Brasil na competição, Carolyne terminou com a nota final de 51,132. A vencedora foi a americana Morgan Hurd, campeã olímpica e mundial, com 55,099, enquanto a canadense Ellie Black ficou com a prata (55,032) e a japonesa Asuka Teramoto levou o bronze (54,799).
Carolyne mostrou muita segurança em toda a prova. Sua melhor performance acabou sendo no salto, onde obteve 13,500. O solo foi sua segunda melhor nota, com 12,833. Nas paralelas levou 12,566 e na trave, 12,233.
A boa performance de Carolyne em Tóquio, que já havia competido na Copa do Mundo de Stuttgart, poderá render frutos em futuras competições, na opinião do treinador brasileiro. 

Com uma atuação segura em todos os aparelhos, a brasileira Carolyne Pedro ficou em quinto lugar na disputa da Copa do Mundo All-Around (Individual Geral) de Ginástica Artística Feminina, encerrada na madrugada deste domingo, em Tóquio (JAP). 
Única representante do Brasil na competição, Carolyne terminou com a nota final de 51,132. A vencedora foi a americana Morgan Hurd, campeã olímpica e mundial, com 55,099, enquanto a canadense Ellie Black ficou com a prata (55,032) e a japonesa Asuka Teramoto levou o bronze (54,799).
Carolyne mostrou muita segurança em toda a prova. Sua melhor performance acabou sendo no salto, onde obteve 13,500. O solo foi sua segunda melhor nota, com 12,833. Nas paralelas levou 12,566 e na trave, 12,233.
A boa performance de Carolyne em Tóquio, que já havia competido na Copa do Mundo de Stuttgart, poderá render frutos em futuras competições, na opinião do treinador brasileiro.