PMA autoriza escola de tempo integral no Santa Maria

Cidades

 

Aracaju receberá sua primeira escola pública municipal de tempo integral. Ontem, o prefeito Edvaldo Nogueira assinou ordem de serviço para a construção de uma unidade de educação infantil no bairro Santa Maria, na zona sul de Aracaju. Com um investimento de mais de R$ 3 milhões, a escola, que atenderá 240 crianças, será erguida com recursos do programa Proinfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil) do Ministério da Educação. Com esta unidade de ensino, a atual gestão irá zerar o déficit de creches na localidade. 
"É a realização de um sonho assinar mais esta ordem de serviço, que tem um significado muito especial, pois estamos autorizando a construção da primeira escola de tempo integral da nossa rede de ensino. Estamos investindo no futuro da nossa gente. Estamos trazendo para o bairro Santa Maria mais dignidade. Quem constrói escolas investe no futuro. É um passo concreto da Cidade Inteligente que Aracaju está se tornando. Estou muito feliz, pois estamos fazendo mais e melhor pela educação dos que mais precisam", afirmou o prefeito.
Para a senhora Andreza Maria dos Santos, que mora no bairro há 19 anos, a construção da escola é uma "ótima notícia". "Tenho filhos de 5 a 21 anos e sei o quanto é mais difícil criar os filhos sem uma boa escola. Agora que essa escola vai ser construída, não vai só melhorar a vida da minha família, mas da comunidade toda, porque cuidando das nossas crianças, a gente se sente cuidado também", declarou.
Com padrão arquitetônico definido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a escola terá capacidade para atender 240 crianças em período integral. A unidade será dividida em dois blocos. O bloco A contará com hall; secretaria; sala de professores/reuniões; direção; almoxarifado; sanitários acessíveis para adultos, masculino e feminino; lactário; área para preparo de alimentos (mamadeiras e sopas); duas salas de atividades para creche, com atendimento às crianças de 0 a 11 meses; dois fraldários; sala de amamentação; solário; sanitários P.N.E infantil; copa; lavanderia; rouparia; vestiários masculino e feminino; refeitório; cozinha; despensa; varanda e pátio de serviço.
Já o bloco B compreenderá duas salas de atividades para atendimento às crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses; dois sanitários infantis; duas salas de atividades para as crianças de 2 a 3 anos e 11 meses; um sanitário P.N.E infantil; dois solários; sala multiuso; quatro salas da pré-escola (crianças de 4 a 5 anos e 11 meses); dois sanitários infantis, masculino e feminino; dois sanitários de professores, masculino e feminino e um depósito. Além disso, o prédio possuirá acesso independente, com guarita, praça, estacionamento com capacidade para 35 veículos, pátio coberto e playground.
A secretária da Educação, Maria Cecília Leite, explica que a escola de educação infantil é o primeiro prédio que irá integrar um grande complexo de ensino na região. "Iremos construir esta primeira escola de tempo integral do município, mas não para por aí. Vamos construir também uma escola de ensino fundamental, para que as crianças desta região entrem na rede na creche e só saiam após concluir o Ensino Fundamental", explicou. 

Aracaju receberá sua primeira escola pública municipal de tempo integral. Ontem, o prefeito Edvaldo Nogueira assinou ordem de serviço para a construção de uma unidade de educação infantil no bairro Santa Maria, na zona sul de Aracaju. Com um investimento de mais de R$ 3 milhões, a escola, que atenderá 240 crianças, será erguida com recursos do programa Proinfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil) do Ministério da Educação. Com esta unidade de ensino, a atual gestão irá zerar o déficit de creches na localidade. 
"É a realização de um sonho assinar mais esta ordem de serviço, que tem um significado muito especial, pois estamos autorizando a construção da primeira escola de tempo integral da nossa rede de ensino. Estamos investindo no futuro da nossa gente. Estamos trazendo para o bairro Santa Maria mais dignidade. Quem constrói escolas investe no futuro. É um passo concreto da Cidade Inteligente que Aracaju está se tornando. Estou muito feliz, pois estamos fazendo mais e melhor pela educação dos que mais precisam", afirmou o prefeito.
Para a senhora Andreza Maria dos Santos, que mora no bairro há 19 anos, a construção da escola é uma "ótima notícia". "Tenho filhos de 5 a 21 anos e sei o quanto é mais difícil criar os filhos sem uma boa escola. Agora que essa escola vai ser construída, não vai só melhorar a vida da minha família, mas da comunidade toda, porque cuidando das nossas crianças, a gente se sente cuidado também", declarou.
Com padrão arquitetônico definido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a escola terá capacidade para atender 240 crianças em período integral. A unidade será dividida em dois blocos. O bloco A contará com hall; secretaria; sala de professores/reuniões; direção; almoxarifado; sanitários acessíveis para adultos, masculino e feminino; lactário; área para preparo de alimentos (mamadeiras e sopas); duas salas de atividades para creche, com atendimento às crianças de 0 a 11 meses; dois fraldários; sala de amamentação; solário; sanitários P.N.E infantil; copa; lavanderia; rouparia; vestiários masculino e feminino; refeitório; cozinha; despensa; varanda e pátio de serviço.
Já o bloco B compreenderá duas salas de atividades para atendimento às crianças de 1 ano a 1 ano e 11 meses; dois sanitários infantis; duas salas de atividades para as crianças de 2 a 3 anos e 11 meses; um sanitário P.N.E infantil; dois solários; sala multiuso; quatro salas da pré-escola (crianças de 4 a 5 anos e 11 meses); dois sanitários infantis, masculino e feminino; dois sanitários de professores, masculino e feminino e um depósito. Além disso, o prédio possuirá acesso independente, com guarita, praça, estacionamento com capacidade para 35 veículos, pátio coberto e playground.
A secretária da Educação, Maria Cecília Leite, explica que a escola de educação infantil é o primeiro prédio que irá integrar um grande complexo de ensino na região. "Iremos construir esta primeira escola de tempo integral do município, mas não para por aí. Vamos construir também uma escola de ensino fundamental, para que as crianças desta região entrem na rede na creche e só saiam após concluir o Ensino Fundamental", explicou. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS