FSF pode administrar praças de esportes

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A Arena Batistão seria o principal alvo da parceria FSF Governo do Estado na nova gestão dos estádios de futebol
A Arena Batistão seria o principal alvo da parceria FSF Governo do Estado na nova gestão dos estádios de futebol

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/04/2019 às 08:35:00

 

Givaldo Batista
O presidente da Fe
deração Sergipana 
de Futebol (FSF), Milton Dantas, anunciou que avalia a possibilidade de assumir o gerenciamento dos estádios de futebol, hoje sob a administração do poder público, através do governo do estado. Milton Dantas já anunciou publicamente que a FSF tem interesse mesmo em administrar os campos de futebol do Estado de Sergipe.
Segundo os contatos iniciais seria assinado um contrato de concessão de uso durante um período mínimo de 10 anos. "Precisamos ter boas praças de esportes. Este ano tivemos problemas com quatro clubes, que tiveram que se deslocar para outras praças, por conta da falta de condições de seus estádios. Isso trouxe prejuízos financeiros e técnicos. O objetivo é buscar Parcerias Públicas e Privadas (PPP), a fim de proporcionar melhores condições para os nossos estádios e como consequência para os nossos clubes", disse Milton Dantas.
De acordo com o presidente da FSF, isso ocorreria dentro das condições colocadas para o governo do estado, órgão responsável pelos estádios. 
-Diferentemente do governo, nós podemos buscar parcerias com a iniciativa privada", explicou. Se as propostas forem aceitas e fechada a parceria, em 2020 a FSF já estará no comando dos estádios.
Questionado sobre como funcionariam essas parcerias, Milton Dantas associou aos exemplos das Arenas que levam nome de empresas "Seriam como patrocínios. Elas têm o seu nome divulgado e, em contrapartida, pagam um determinado valor". Ele completou que esta situação deve ser conversada com a presidência de cada equipe sergipana, para viabilizar essa possibilidade.
A Associação Olímpica de Itabaiana (AOI) já demonstrou interesse em formar parcerias. Dessa forma, o Itabaiana pode fazer acordos com as empresas do próprio município, grandes apoiadoras do esporte na cidade. "Já existe a proposta de uma rede de supermercado, para fazer a reparação do Etelvino Mendonça e nós temos perspectiva de executar essas obras", disse Milton.
Passariam a ser administradas pela FSF as praças esportivas de Itabaiana, Maruim, Simão Dias, Estância, Lagarto e Aracaju. A administração do Lagarto Futebol Clube (LFC) também demonstrou interesse. "A princípio, já temos duas praças conversadas, Itabaiana e o Lagarto", disse. "Buscaremos as demais e só aguardaremos o sinal verde do Governo do Estado", concluiu.

O presidente da Fe deração Sergipana  de Futebol (FSF), Milton Dantas, anunciou que avalia a possibilidade de assumir o gerenciamento dos estádios de futebol, hoje sob a administração do poder público, através do governo do estado. Milton Dantas já anunciou publicamente que a FSF tem interesse mesmo em administrar os campos de futebol do Estado de Sergipe.

Segundo os contatos iniciais seria assinado um contrato de concessão de uso durante um período mínimo de 10 anos. "Precisamos ter boas praças de esportes. Este ano tivemos problemas com quatro clubes, que tiveram que se deslocar para outras praças, por conta da falta de condições de seus estádios. Isso trouxe prejuízos financeiros e técnicos. O objetivo é buscar Parcerias Públicas e Privadas (PPP), a fim de proporcionar melhores condições para os nossos estádios e como consequência para os nossos clubes", disse Milton Dantas.
De acordo com o presidente da FSF, isso ocorreria dentro das condições colocadas para o governo do estado, órgão responsável pelos estádios. 
-Diferentemente do governo, nós podemos buscar parcerias com a iniciativa privada", explicou. Se as propostas forem aceitas e fechada a parceria, em 2020 a FSF já estará no comando dos estádios.
Questionado sobre como funcionariam essas parcerias, Milton Dantas associou aos exemplos das Arenas que levam nome de empresas "Seriam como patrocínios. Elas têm o seu nome divulgado e, em contrapartida, pagam um determinado valor". Ele completou que esta situação deve ser conversada com a presidência de cada equipe sergipana, para viabilizar essa possibilidade.
A Associação Olímpica de Itabaiana (AOI) já demonstrou interesse em formar parcerias. Dessa forma, o Itabaiana pode fazer acordos com as empresas do próprio município, grandes apoiadoras do esporte na cidade. "Já existe a proposta de uma rede de supermercado, para fazer a reparação do Etelvino Mendonça e nós temos perspectiva de executar essas obras", disse Milton.
Passariam a ser administradas pela FSF as praças esportivas de Itabaiana, Maruim, Simão Dias, Estância, Lagarto e Aracaju. A administração do Lagarto Futebol Clube (LFC) também demonstrou interesse. "A princípio, já temos duas praças conversadas, Itabaiana e o Lagarto", disse. "Buscaremos as demais e só aguardaremos o sinal verde do Governo do Estado", concluiu.