STJD da CBG bane o técnico Fernando Carvalho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Pleno do STJD da CBG, se reuniu na sede da OAB em Aracaju e decidiu por unanimidade, banir definitivamente do esporte o ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes
O Pleno do STJD da CBG, se reuniu na sede da OAB em Aracaju e decidiu por unanimidade, banir definitivamente do esporte o ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 02/04/2019 às 07:30:00

 

Em decisão tomada 
neste domingo (31), o 
Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), presidido pelo Dr. Fernando Silva Júnior, decidiu banir definitivamente do esporte o ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes, pela acusação de abuso sexual e assédio moral a atletas, quando era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo. 
O julgamento no tribunal de última instância desportiva da Ginástica foi realizado na sede da OAB de Aracaju (SE), e a CBG se fez representar como terceiro interessado pelo seu assessor jurídico Dr. Paulo Schmitt.
A pena do Banimento, aplicada de forma unânime pelo STJD através do voto do relator Dr William Figueiredo, foi baseada no Código de Conduta e Estatutos da FIG (Federação Internacional de Ginástica), e com aplicação também de penas máximas por quatro vezes (uma em relação a cada atleta vítima denunciante) em cada artigo da denúncia já realizada pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva CBJD. 
O órgão, vinculado à CBG, é o primeiro a tomar uma decisão deste nível na esfera esportiva do Brasil para casos de assédios e abusos sexuais. O tribunal determinou ainda que a decisão fosse comunicada para a CBG, FIG e ao Comitê Olímpico Internacional. Consta ainda da pena, uma multa pecuniária no valor de R$ 1,6 milhões. O tribunal determinou ainda que a decisão fosse comunicada para a CBG, FIG e ao Comitê Olímpico Internacional. 

Em decisão tomada  neste domingo (31), o  Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), presidido pelo Dr. Fernando Silva Júnior, decidiu banir definitivamente do esporte o ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes, pela acusação de abuso sexual e assédio moral a atletas, quando era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo. 
O julgamento no tribunal de última instância desportiva da Ginástica foi realizado na sede da OAB de Aracaju (SE), e a CBG se fez representar como terceiro interessado pelo seu assessor jurídico Dr. Paulo Schmitt.
A pena do Banimento, aplicada de forma unânime pelo STJD através do voto do relator Dr William Figueiredo, foi baseada no Código de Conduta e Estatutos da FIG (Federação Internacional de Ginástica), e com aplicação também de penas máximas por quatro vezes (uma em relação a cada atleta vítima denunciante) em cada artigo da denúncia já realizada pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva CBJD. 
O órgão, vinculado à CBG, é o primeiro a tomar uma decisão deste nível na esfera esportiva do Brasil para casos de assédios e abusos sexuais. O tribunal determinou ainda que a decisão fosse comunicada para a CBG, FIG e ao Comitê Olímpico Internacional. Consta ainda da pena, uma multa pecuniária no valor de R$ 1,6 milhões. O tribunal determinou ainda que a decisão fosse comunicada para a CBG, FIG e ao Comitê Olímpico Internacional.