Defensoria Pública e Procon fazem inspeção em Planos de Saúde

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/03/2019 às 06:30:00

 

O Dia do Consumidor ocorre mundialmente em 15 de Março e, para celebrar a data, a Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo de Defesa do Consumidor, em parceria com o Procon Estadual realizaram inspeção nos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed para verificar se as operadoras atendem às normas da Agência Nacional de Saúde (ANS) no momento em que o consumidor está contratando o serviço.
Durante a fiscalização realizada pelas defensoras públicas do Núcleo do Consumidor Juliana Falcão e Elizabete Luduvice, e pela diretora do Procon Estadual, Tereza Raquel e a fiscal Maria Cláudia, ficou constatado que há deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor em algumas operadoras como: ausência do exemplar do Código de Defesa do Consumidor, desconhecimento por parte dos atendentes de algumas empresas credenciadas dos planos, entre outras falhas.
Segundo a defensora pública Juliana Falcão, a inspeção foi realizada em virtude da grande demanda de reclamações relacionadas a planos de saúde que chega ao Núcleo. "O consumidor procura a Defensoria porque não está tendo, por parte das operadoras, as informações adequadas, claras e precisas acerca das restrições constantes no contrato como, por exemplo, prazos de carência e cobertura. Além disso, boa parte dos usuários não dispõe de cópia do instrumento contratual", disse.
Ainda, de acordo com a defensora pública, foi verificado que haveria aparente falha no repasse das informações e fornecimento da documentação adequada na fase da contratação.  "As visitas aos pontos de venda e sedes administrativas dos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed permitiram constatar a deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor, sendo diferentes as falhas a depender da operadora", ressalta Juliana Falcão.

O Dia do Consumidor ocorre mundialmente em 15 de Março e, para celebrar a data, a Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo de Defesa do Consumidor, em parceria com o Procon Estadual realizaram inspeção nos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed para verificar se as operadoras atendem às normas da Agência Nacional de Saúde (ANS) no momento em que o consumidor está contratando o serviço.
Durante a fiscalização realizada pelas defensoras públicas do Núcleo do Consumidor Juliana Falcão e Elizabete Luduvice, e pela diretora do Procon Estadual, Tereza Raquel e a fiscal Maria Cláudia, ficou constatado que há deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor em algumas operadoras como: ausência do exemplar do Código de Defesa do Consumidor, desconhecimento por parte dos atendentes de algumas empresas credenciadas dos planos, entre outras falhas.
Segundo a defensora pública Juliana Falcão, a inspeção foi realizada em virtude da grande demanda de reclamações relacionadas a planos de saúde que chega ao Núcleo. "O consumidor procura a Defensoria porque não está tendo, por parte das operadoras, as informações adequadas, claras e precisas acerca das restrições constantes no contrato como, por exemplo, prazos de carência e cobertura. Além disso, boa parte dos usuários não dispõe de cópia do instrumento contratual", disse.
Ainda, de acordo com a defensora pública, foi verificado que haveria aparente falha no repasse das informações e fornecimento da documentação adequada na fase da contratação.  "As visitas aos pontos de venda e sedes administrativas dos planos de saúde Hapvida, Unimed e Plamed permitiram constatar a deficiência no repasse de algumas informações ao consumidor, sendo diferentes as falhas a depender da operadora", ressalta Juliana Falcão.