Polícia prende 16 em operação contra tráfico no Agreste

Cidades

 

A Polícia Civil deflagrou, nas primeiras horas da manhã de ontem, uma grande operação para cumprir 68 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão nos municípios de Aracaju, Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida e Ribeirópolis. Os alvos da operação integram uma associação criminosa especializada em tráfico de entorpecentes e homicídios. 
A operação foi coordenada pelo delegado Eurico Nascimento, da Delegacia de Ribeirópolis, agreste de Sergipe. As investigações demonstraram que os criminosos atuavam em Sergipe e tinham conexões com traficantes de outros Estados. Também na manhã de ontem, a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) de Alagoas prendeu mais um envolvido na operação.
Segundo o delegado, a operação foi batizada com o nome de 'Juízo Final' em alusão à desarticulação total da associação criminosa. Esta é a terceira operação que a Polícia Civil realiza contra membros dessa organização criminosa nos últimos anos. A operação está em andamento e até o momento foram presas 15 pessoas, sendo cinco mulheres e dez homens, cinco armas de fogo sendo duas pistolas, duas escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, além de cocaína e maconha.
"Quase todas pessoas estão envolvidas no tráfico, exceto um empresário que estava com uma espingarda calibre 12 e uma pistola 380, ele não tinha participação na organização criminosa, foi preso por posse ilegal de arma, mas o filho dele usava e revenda de drogas. Foram cumpridos 15 mandados de prisão", explicou o delegado Eurico Nascimento.
O foco dessa quadrilha não era apenas na cidade de Ribeíropólis, ela atuava em outros municípios (Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida, além da capital sergipana). "São três irmãos que foram alvos em Itabaiana o Ronilson, vulgo Tico, Ronaldo e o Janisson, que já foram presos algumas vezes por tráfico de drogas, Inclusive os irmãos (Ronaldo e Janisson) já foram presos por duas vezes, uma em Itabaiana e a outra em Ribeirópolis, nós conseguimos prendê-los em flagrante quando eles estavam distribuindo drogas", afirmou o delegado. Esta é a última de uma série de operações realizadas na cidade de Ribeirópolis, inclusive combatendo a parte de associação criminosa que foi ligada aos homicídios que ocorreram na cidade.

A Polícia Civil deflagrou, nas primeiras horas da manhã de ontem, uma grande operação para cumprir 68 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão nos municípios de Aracaju, Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida e Ribeirópolis. Os alvos da operação integram uma associação criminosa especializada em tráfico de entorpecentes e homicídios. 
A operação foi coordenada pelo delegado Eurico Nascimento, da Delegacia de Ribeirópolis, agreste de Sergipe. As investigações demonstraram que os criminosos atuavam em Sergipe e tinham conexões com traficantes de outros Estados. Também na manhã de ontem, a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) de Alagoas prendeu mais um envolvido na operação.
Segundo o delegado, a operação foi batizada com o nome de 'Juízo Final' em alusão à desarticulação total da associação criminosa. Esta é a terceira operação que a Polícia Civil realiza contra membros dessa organização criminosa nos últimos anos. A operação está em andamento e até o momento foram presas 15 pessoas, sendo cinco mulheres e dez homens, cinco armas de fogo sendo duas pistolas, duas escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, além de cocaína e maconha.
"Quase todas pessoas estão envolvidas no tráfico, exceto um empresário que estava com uma espingarda calibre 12 e uma pistola 380, ele não tinha participação na organização criminosa, foi preso por posse ilegal de arma, mas o filho dele usava e revenda de drogas. Foram cumpridos 15 mandados de prisão", explicou o delegado Eurico Nascimento.
O foco dessa quadrilha não era apenas na cidade de Ribeíropólis, ela atuava em outros municípios (Itabaiana, Nossa Senhora Aparecida, além da capital sergipana). "São três irmãos que foram alvos em Itabaiana o Ronilson, vulgo Tico, Ronaldo e o Janisson, que já foram presos algumas vezes por tráfico de drogas, Inclusive os irmãos (Ronaldo e Janisson) já foram presos por duas vezes, uma em Itabaiana e a outra em Ribeirópolis, nós conseguimos prendê-los em flagrante quando eles estavam distribuindo drogas", afirmou o delegado. Esta é a última de uma série de operações realizadas na cidade de Ribeirópolis, inclusive combatendo a parte de associação criminosa que foi ligada aos homicídios que ocorreram na cidade.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS