Três acusados de estelionato são presos na capital

Cidades

 

Agentes da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal) prenderam Clodoaldo Oliveira Júnior e Gilson dos Santos Júnior, acusados de estelionato em uma locadora de veículos em Aracaju. A ação aconteceu na tarde desta quinta-feira, mas só foi confirmada ontem. Segundo a polícia, Clodoaldo alugou um veículo em Aracaju e posteriormente vendeu o automóvel, chegando a registrar um Boletim de Ocorrência alegando roubo. Após o registro, o acusado ainda tentou alugar outro carro, com o objetivo de substituir o veículo vendido. 
Já com Gilson dos Santos, também envolvido no esquema, foi encontrada uma chave de um veículo S-10. Após investigações realizadas pelos policiais, constatou-se que o automóvel havia sido alugado em Maceió e já possuía restrição administrativa. O acusado chegou a confessar que havia comprado a caminhonete por R$ 6 mil.
Ainda segundo informações, foi constatada a existência de outros envolvidos no golpe. Na delegacia, os acusados confessaram o envolvimento no esquema e foram conduzidos à Delegacia Plantonista Norte. Clodoaldo foi autuado pelo crime de estelionato e Gilson pelo crime de receptação. A Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP)continuará as investigações, a fim de identificar os demais envolvidos.

Agentes da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal) prenderam Clodoaldo Oliveira Júnior e Gilson dos Santos Júnior, acusados de estelionato em uma locadora de veículos em Aracaju. A ação aconteceu na tarde desta quinta-feira, mas só foi confirmada ontem. Segundo a polícia, Clodoaldo alugou um veículo em Aracaju e posteriormente vendeu o automóvel, chegando a registrar um Boletim de Ocorrência alegando roubo. Após o registro, o acusado ainda tentou alugar outro carro, com o objetivo de substituir o veículo vendido. 
Já com Gilson dos Santos, também envolvido no esquema, foi encontrada uma chave de um veículo S-10. Após investigações realizadas pelos policiais, constatou-se que o automóvel havia sido alugado em Maceió e já possuía restrição administrativa. O acusado chegou a confessar que havia comprado a caminhonete por R$ 6 mil.
Ainda segundo informações, foi constatada a existência de outros envolvidos no golpe. Na delegacia, os acusados confessaram o envolvimento no esquema e foram conduzidos à Delegacia Plantonista Norte. Clodoaldo foi autuado pelo crime de estelionato e Gilson pelo crime de receptação. A Delegacia de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP)continuará as investigações, a fim de identificar os demais envolvidos.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS