Suspeito por morte de servidor em Canindé é preso no MT

Cidades

 

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu Classiano dos Santos, 34 anos, acusado de ser o autor do assassinato do servidor público Ailton Barros. Ele foi encontrado morto em 17 de julho de 2017, em sua própria residência, na cidade de Canindé de São Francisco (Sertão). Classiano foi detido ontem na cidade de Lucas do Rio Verde (MT), onde estava morando em uma casa, desde a época do crime. As investigações que localizaram o acusado foram conduzidas pela Polícia Civil sergipana. 
De acordo com o delegado Fabio Santana, a vítima tinha sido vista pela última vez em uma festa que acontecia no Parque de Vaquejada, em Canindé, no dia 15 de julho daquele ano. Ailton era servidor público em um hospital da cidade, e como não costumava faltar as suas atividades, amigos e familiares foram em busca dele na residência onde morava. Ao chegarem no local, na segunda-feira seguinte, encontraram Ailton já morto, com marcas de facadas no pescoço. As investigações identificaram Classiano dos Santos como o autor do crime, fazendo com que a Justiça sergipana decretasse sua prisão. 
O suspeito permanece detido no Mato Grosso, mas será encaminhado para Aracaju, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil do Mato Grosso prendeu Classiano dos Santos, 34 anos, acusado de ser o autor do assassinato do servidor público Ailton Barros. Ele foi encontrado morto em 17 de julho de 2017, em sua própria residência, na cidade de Canindé de São Francisco (Sertão). Classiano foi detido ontem na cidade de Lucas do Rio Verde (MT), onde estava morando em uma casa, desde a época do crime. As investigações que localizaram o acusado foram conduzidas pela Polícia Civil sergipana. 
De acordo com o delegado Fabio Santana, a vítima tinha sido vista pela última vez em uma festa que acontecia no Parque de Vaquejada, em Canindé, no dia 15 de julho daquele ano. Ailton era servidor público em um hospital da cidade, e como não costumava faltar as suas atividades, amigos e familiares foram em busca dele na residência onde morava. Ao chegarem no local, na segunda-feira seguinte, encontraram Ailton já morto, com marcas de facadas no pescoço. As investigações identificaram Classiano dos Santos como o autor do crime, fazendo com que a Justiça sergipana decretasse sua prisão. 
O suspeito permanece detido no Mato Grosso, mas será encaminhado para Aracaju, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS