"Lula estando preso ou solto, registraremos a sua candidatura", assegura Marcio Macedo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/07/2018 às 01:19:00

O vice-presidente na-cional do PT e pré-candidato a deputado federal, Marcio Macedo, assegurou que o Partido dos Trabalhadores registrará no dia 15 de agosto a candidatura de Lula à presidência da República, ele estando preso ou solto. Segundo Marcio, a prisão de Lula é política, injusta, ilegal e não aprisiona os seus direitos políticos.

 "Os brasileiros acompanharam os últimos acontecimentos envolvendo Lula e está muito claro que o ex-presidente está sendo perseguido. Os três poderes do país, o Executivo, Legislativo e Judiciário, rasgaram a Constituição. Uma vergonha o que aconteceu. E tudo isso porque as elites do Brasil, que jogaram o país numa crise sem precedentes, estão com medo de enfrentar Lula nas urnas. O que vimos foi mais um episódio do golpe que deram no país, mas vamos continuar na luta jurídica para libertar Lula e na batalha política para que ele possa ser candidato", conta.

Ainda de acordo com Marcio, o povo e os pré-candidatos irão às ruas denunciar o que está sendo feito contra o ex-presidente Lula e todos os brasileiros. "Não vamos nos calar. Iremos fazer jornadas com atos no país inteiro e no dia 15 lançaremos o programa de Governo de Lula e os pontos emergenciais para tirar o Brasil desta grave crise instalada por Temer e sua turma que, inclusive, está desmontando o país, entregando o patrimônio nacional e congelando os investimentos para os próximos 20 anos. O povo está pedindo a volta de Lula e ele retornará à presidência para colocar o país nos trilhos novamente e fazer o Brasil feliz, mais uma vez", disse.