Bittencourt afirma que o PSB trabalha pelo pior para Aracaju e Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O vereador Bittencourt discursa na Câmara
O vereador Bittencourt discursa na Câmara

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 17/05/2018 às 06:19:00

 

O vereador Professor 
Bittencourt (PCdoB), 
líder do prefeito na Câmara Municipal de Aracaju, faz uma dura crítica aos embargos declaratórios solicitados pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) alegando inconstitucionalidade sobre a Lei que alterou o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de Aracaju. Nesta quarta-feira, 16, o Tribunal de Justiça de Sergipe pediu vistas e os embargos serão apreciados novamente no fim deste mês.
"Os embargos apresentados pelo PSB não têm a menor intenção de promover qualquer reparação ou justiça. Eles estão poucos interessados nisso. O objetivo principal do partido de Valadares Pai e Filho, via Elber Batalha Filho, é criar elementos para prejudicar e desequilibrar a gestão de Edvaldo Nogueira, promovendo o caos. A maior tristeza deles é que a Prefeitura está indo bem, as coisas estão acontecendo, o que torna cada vez mais difícil sonhar com o PSB sobre o comando da Prefeitura de Aracaju. O Valadares Pai não terá na sua biografia, a possibilidade de presentear o filho com mais um mandato", afirma Bittencourt.
Vale lembrar que mudança no valor do IPTU em Aracaju foi aprovada na gestão do prefeito João Alves Filho (DEM), aplicando um reajuste anual de 30%. No ano passado, Edvaldo Nogueira enviou Projeto de Lei à Câmara Municipal para derrubar esse reajuste e conseguiu. Vitória do povo de Aracaju.  
Bittencourt critica a postura do senador Valadares ao afirmar que o PSB é a nova política em Sergipe. "Qual é essa nova política? Valadares apoiou a ditadura, apoiou o governo de Sarney, foi governista com Fernando Henrique, apoiou Lula, Dilma, ajudou a derrubar Dilma com o golpe parlamentar e apoiou o governo Temer. Agora chora como 'Madalenas Arrependidas' ao ver o desmantelo e a retumbante impopularidade do governo que eles ajudaram a construir no Brasil. Em Sergipe, o PSB apoiou Marcelo Deda, Jackson Barreto, brigou com Jackson Barreto. O ex-líder da oposição na Câmara já foi líder de Edvaldo na CMA. Na verdade, eles perderam o rumo. Agora aparecem tentando brincar com a memória dos sergipanos dizendo que é o novo. Isso é um desrespeito", enalteceu.
Ainda na opinião de Bittencourt, "o PSB cabe uma nova nomenclatura: 'Partido Sai de Bandinha'. Participa de todos os Governos e sai como se nunca tivesse feito parte deles, vociferando as mais descabidas críticas. Nossa sorte é que o cidadão sergipano é inteligente. Verdadeiramente, o que objetiva o PSB nesse processo é criar condições que inviabilizem a gestão de Edvaldo Nogueira. Eles nunca lutaram em favor da cidade. Na administração de João Alves, dos dois vereadores do PSB, um era declaradamente Alvista. Ambos foram coniventes com todo o desmantelo causado à nossa capital".

O vereador Professor  Bittencourt (PCdoB),  líder do prefeito na Câmara Municipal de Aracaju, faz uma dura crítica aos embargos declaratórios solicitados pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) alegando inconstitucionalidade sobre a Lei que alterou o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de Aracaju. Nesta quarta-feira, 16, o Tribunal de Justiça de Sergipe pediu vistas e os embargos serão apreciados novamente no fim deste mês.
"Os embargos apresentados pelo PSB não têm a menor intenção de promover qualquer reparação ou justiça. Eles estão poucos interessados nisso. O objetivo principal do partido de Valadares Pai e Filho, via Elber Batalha Filho, é criar elementos para prejudicar e desequilibrar a gestão de Edvaldo Nogueira, promovendo o caos. A maior tristeza deles é que a Prefeitura está indo bem, as coisas estão acontecendo, o que torna cada vez mais difícil sonhar com o PSB sobre o comando da Prefeitura de Aracaju. O Valadares Pai não terá na sua biografia, a possibilidade de presentear o filho com mais um mandato", afirma Bittencourt.
Vale lembrar que mudança no valor do IPTU em Aracaju foi aprovada na gestão do prefeito João Alves Filho (DEM), aplicando um reajuste anual de 30%. No ano passado, Edvaldo Nogueira enviou Projeto de Lei à Câmara Municipal para derrubar esse reajuste e conseguiu. Vitória do povo de Aracaju.  
Bittencourt critica a postura do senador Valadares ao afirmar que o PSB é a nova política em Sergipe. "Qual é essa nova política? Valadares apoiou a ditadura, apoiou o governo de Sarney, foi governista com Fernando Henrique, apoiou Lula, Dilma, ajudou a derrubar Dilma com o golpe parlamentar e apoiou o governo Temer. Agora chora como 'Madalenas Arrependidas' ao ver o desmantelo e a retumbante impopularidade do governo que eles ajudaram a construir no Brasil. Em Sergipe, o PSB apoiou Marcelo Deda, Jackson Barreto, brigou com Jackson Barreto. O ex-líder da oposição na Câmara já foi líder de Edvaldo na CMA. Na verdade, eles perderam o rumo. Agora aparecem tentando brincar com a memória dos sergipanos dizendo que é o novo. Isso é um desrespeito", enalteceu.
Ainda na opinião de Bittencourt, "o PSB cabe uma nova nomenclatura: 'Partido Sai de Bandinha'. Participa de todos os Governos e sai como se nunca tivesse feito parte deles, vociferando as mais descabidas críticas. Nossa sorte é que o cidadão sergipano é inteligente. Verdadeiramente, o que objetiva o PSB nesse processo é criar condições que inviabilizem a gestão de Edvaldo Nogueira. Eles nunca lutaram em favor da cidade. Na administração de João Alves, dos dois vereadores do PSB, um era declaradamente Alvista. Ambos foram coniventes com todo o desmantelo causado à nossa capital".