Chegada de medicamentos quimioterápicos ao Huse possibilita continuidade de tratamentos oncológicos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
MEDICAMENTO QUE ESTAVA EM FALTA JÁ FOI DISTRIBUÍDO AOS HOSPITAIS
MEDICAMENTO QUE ESTAVA EM FALTA JÁ FOI DISTRIBUÍDO AOS HOSPITAIS

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 16/05/2018 às 05:21:00

 

Para a continuidade dos tratamentos contra o câncer do setor de Oncologia do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), o governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, está realizando a compra de 1.800 caixas do medicamento Taxol (Paclitaxel), utilizado para tratamento de quimioterapia de alguns tipos de câncer. Dessas, uma parte já chegou em Sergipe e foi distribuída para a unidade hospitalar na última segunda-feira (14). Os tratamentos chamados de 'quimioterapia branca' foram retomados nesta terça-feira (15). De acordo com a SES, o restante do medicamento será enviado pela empresa responsável e deverá chegar a Sergipe em breve.
Segundo o diretor de Suprimentos e de Patrimônio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Cristiano de Melo, o objetivo da secretaria é deixar o estoque do medicamento sempre em alta, para que não haja mais a falta do fornecimento aos pacientes. "De três em três meses, o Centro de Distribuição faz a solicitação do medicamento. Nós pedimos 1.800 caixas para os próximos três meses, devido ao cálculo de consumo médio da unidade, com certa margem de folga, que é em torno de 600 caixas por mês. Já chegou a primeira remessa, com 400 caixas, e no decorrer dos próximos dias, deverá chegar a segunda parte", explicou.
A resolução do impasse, que faz parte de uma série de determinações do governador Belivaldo Chagas em relação à melhoria dos serviços de saúde, se deu após reunião do chefe do executivo estadual com a direção da secretaria, na última semana, onde ficou determinado o retorno do fornecimento do remédio o mais rápido possível.
Para o superintendente do Huse, Darcy Tavares, a medida foi fundamental para a retomada da disponibilização dos medicamentos aos pacientes. "A intenção do governo do Estado é a de regularizar o fornecimento dos quimioterápicos. Essa ação já começou a ter resultado hoje, com a chegada do principal medicamento, o Taxol, que estava sendo muito procurado pelos pacientes. O abastecimento deve ser feito de forma regular, essa foi uma determinação dada à diretoria financeira da SES, que esteve aqui fazendo um levantamento das necessidades imediatas, para que pudessem ser supridas de forma mais rápida, sem mais interrupções. Essa é uma ação que comprova a sensibilidade do governador em relação aos problemas da saúde", afirmou.

Para a continuidade dos tratamentos contra o câncer do setor de Oncologia do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), o governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, está realizando a compra de 1.800 caixas do medicamento Taxol (Paclitaxel), utilizado para tratamento de quimioterapia de alguns tipos de câncer. Dessas, uma parte já chegou em Sergipe e foi distribuída para a unidade hospitalar na última segunda-feira (14). Os tratamentos chamados de 'quimioterapia branca' foram retomados nesta terça-feira (15). De acordo com a SES, o restante do medicamento será enviado pela empresa responsável e deverá chegar a Sergipe em breve.
Segundo o diretor de Suprimentos e de Patrimônio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Cristiano de Melo, o objetivo da secretaria é deixar o estoque do medicamento sempre em alta, para que não haja mais a falta do fornecimento aos pacientes. "De três em três meses, o Centro de Distribuição faz a solicitação do medicamento. Nós pedimos 1.800 caixas para os próximos três meses, devido ao cálculo de consumo médio da unidade, com certa margem de folga, que é em torno de 600 caixas por mês. Já chegou a primeira remessa, com 400 caixas, e no decorrer dos próximos dias, deverá chegar a segunda parte", explicou.
A resolução do impasse, que faz parte de uma série de determinações do governador Belivaldo Chagas em relação à melhoria dos serviços de saúde, se deu após reunião do chefe do executivo estadual com a direção da secretaria, na última semana, onde ficou determinado o retorno do fornecimento do remédio o mais rápido possível.
Para o superintendente do Huse, Darcy Tavares, a medida foi fundamental para a retomada da disponibilização dos medicamentos aos pacientes. "A intenção do governo do Estado é a de regularizar o fornecimento dos quimioterápicos. Essa ação já começou a ter resultado hoje, com a chegada do principal medicamento, o Taxol, que estava sendo muito procurado pelos pacientes. O abastecimento deve ser feito de forma regular, essa foi uma determinação dada à diretoria financeira da SES, que esteve aqui fazendo um levantamento das necessidades imediatas, para que pudessem ser supridas de forma mais rápida, sem mais interrupções. Essa é uma ação que comprova a sensibilidade do governador em relação aos problemas da saúde", afirmou.