Chapa será anunciada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O pré-candidato a presidente da República, Guilherme Boulos (PSOL), esteve ontem em Sergipe onde teve uma grande agenda. Concedeu entrevista a imprensa, esteve com os ocupantes de um terreno na Coroa do Meio, que já se encontram em um galpão; se reuniu co
O pré-candidato a presidente da República, Guilherme Boulos (PSOL), esteve ontem em Sergipe onde teve uma grande agenda. Concedeu entrevista a imprensa, esteve com os ocupantes de um terreno na Coroa do Meio, que já se encontram em um galpão; se reuniu co

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/05/2018 às 05:23:00

 

Desde o ano passado que se vem 
especulando sobre o pré-candi
dato a governador do agrupamento político do deputado federal André Moura (PSC) e do senador Eduardo Amorim (PSDB).
Os nomes especulados sempre foram do próprio André e de Eduardo, com ênfase maior para o do deputado, por ser líder do governo Temer no Congresso. Não só aliados colocavam o nome de André para governador, como o ex-governador Albano Franco (PSDB) e o empresário Luciano Barreto.
Albano e Luciano chegaram a defender publicamente o nome de André Moura para o governo, pela oposição.
Nesse período, Eduardo Amorim demonstrava um maior interesse em disputar o governo. André até podia ter esse mesmo interesse, mas, em momento algum, externou sua intenção. Sempre colocou que não disputaria o mesmo cargo que o senador Eduardo e deixou em aberto que poderia concorrer ao governo, ao senado e até a reeleição.
Teve ainda o momento de especulação de que os familiares de Eduardo e André não queriam que disputassem o governo, mas a reeleição. Isso foi negado pelos dois parlamentares.
Já este ano André começou a focar mais uma pré-candidatura ao Senado e Eduardo ao governo, mesmo sem externarem publicamente. Nas conversas com aliados, o trabalho de apoio passou a ser nessa direção.
Diante de André está trabalhando individualmente o seu nome para o Senado, sem se preocupar muito com a pré-candidatura ao governo de Eduardo, fato comentado por muitos, se especulou a possibilidade do senador desistir de disputar o governo, mas a reeleição.
Até porque duas pessoas vinculadas a ele procuraram o pré-candidato a governador Valadares Filho (PSB) para sondar a possibilidade dele ser pré-candidato ao Senado na chapa encabeçada por VF.
Depois de muitas especulações e disse-me-disse o agrupamento político de André Moura e Eduardo anuncia na próxima sexta-feira, 18, a formação da chapa majoritária para as eleições deste ano. Será às 7h30, na sede do PSDB.
Será anunciado o nome de Eduardo Amorim para o governo. Já para o Senado os nomes são de André e do presidente de honra do PRB, ex-deputado federal Heleno Silva. Só ficará aberta a vaga de vice, para negociações futura.
Essa não será a chapa que muitos aliados do agrupamento queriam. O desejo da maioria era que o deputado federal Valadares Filho (PSB) fosse o pré-candidato a vice-governador, com André e o senador Valadares (PSB) disputando as duas vagas para o Senado.
Esse acordo acabou não se concretizando porque tanto André quando Valadares não queria ter um como companheiro de chapa na majoritária. E, com a não concretização, aconteceu um racha na oposição com os Valadares decidindo formar outra chapa.
Agora, com o lançamento oficial da chapa da oposição do agrupamento do PSC e PSDB na sexta-feira, a expectativa será com relação a formação da chapa encabeçada por Valadares Filho.

Desde o ano passado que se vem  especulando sobre o pré-candi dato a governador do agrupamento político do deputado federal André Moura (PSC) e do senador Eduardo Amorim (PSDB).
Os nomes especulados sempre foram do próprio André e de Eduardo, com ênfase maior para o do deputado, por ser líder do governo Temer no Congresso. Não só aliados colocavam o nome de André para governador, como o ex-governador Albano Franco (PSDB) e o empresário Luciano Barreto.
Albano e Luciano chegaram a defender publicamente o nome de André Moura para o governo, pela oposição.
Nesse período, Eduardo Amorim demonstrava um maior interesse em disputar o governo. André até podia ter esse mesmo interesse, mas, em momento algum, externou sua intenção. Sempre colocou que não disputaria o mesmo cargo que o senador Eduardo e deixou em aberto que poderia concorrer ao governo, ao senado e até a reeleição.
Teve ainda o momento de especulação de que os familiares de Eduardo e André não queriam que disputassem o governo, mas a reeleição. Isso foi negado pelos dois parlamentares.
Já este ano André começou a focar mais uma pré-candidatura ao Senado e Eduardo ao governo, mesmo sem externarem publicamente. Nas conversas com aliados, o trabalho de apoio passou a ser nessa direção.
Diante de André está trabalhando individualmente o seu nome para o Senado, sem se preocupar muito com a pré-candidatura ao governo de Eduardo, fato comentado por muitos, se especulou a possibilidade do senador desistir de disputar o governo, mas a reeleição.
Até porque duas pessoas vinculadas a ele procuraram o pré-candidato a governador Valadares Filho (PSB) para sondar a possibilidade dele ser pré-candidato ao Senado na chapa encabeçada por VF.
Depois de muitas especulações e disse-me-disse o agrupamento político de André Moura e Eduardo anuncia na próxima sexta-feira, 18, a formação da chapa majoritária para as eleições deste ano. Será às 7h30, na sede do PSDB.
Será anunciado o nome de Eduardo Amorim para o governo. Já para o Senado os nomes são de André e do presidente de honra do PRB, ex-deputado federal Heleno Silva. Só ficará aberta a vaga de vice, para negociações futura.
Essa não será a chapa que muitos aliados do agrupamento queriam. O desejo da maioria era que o deputado federal Valadares Filho (PSB) fosse o pré-candidato a vice-governador, com André e o senador Valadares (PSB) disputando as duas vagas para o Senado.
Esse acordo acabou não se concretizando porque tanto André quando Valadares não queria ter um como companheiro de chapa na majoritária. E, com a não concretização, aconteceu um racha na oposição com os Valadares decidindo formar outra chapa.
Agora, com o lançamento oficial da chapa da oposição do agrupamento do PSC e PSDB na sexta-feira, a expectativa será com relação a formação da chapa encabeçada por Valadares Filho.

 

 O vice

O pré-candidato ao governo Eduardo Amorim (PSDB) deverá ter como vice a vice-prefeita de Itabaianinha, Janier Mota. É desejo ter uma mulher como vice pela atual conjuntura política e pela possibilidade do pré-candidato a governador Belivaldo Chagas (PSD) ter a vice-prefeita de Aracaju Eliane Aquino (PT) como vice.   

 

Não há mais dúvidas 1

Apesar das lideranças do PRB declararem que ainda não fechou acordo com o agrupamento político de André Moura e Eduardo Amorim, com Heleno Silva sendo pré-candidato ao Senado, isso ficou mais do que claro no último final de semana quando Heleno esteve em dois momentos com Eduardo.

 

Não há mais dúvidas 2

No domingo pela manhã, Dia das Mães, Heleno Silva levou para o seu programa de rádio na Xodó FM  a sua mãe, assim como Eduardo Amorim e a sua genitora. O programa foi feito com a participação dos quatro.

 

Não há mais dúvidas 3

Pela noite, Heleno e Eduardo estiveram juntos no show de Padre Fábio de Melo, realizado em Itabaianinha pela vice-prefeita Janier Mota. O show, custeado por Janier, ocorreu em um espaço que dispõe no município.

 

É o que diz

Ontem à noite Heleno ainda não admitiu à coluna a sua pré-candidatura ao Senado na chapa encabeçada por Eduardo Amorim. Disse apenas que existe "grande possibilidade" e que é preciso falar com o seu grupo político.

 

Tentando consenso 1

Segundo o presidente de honra do PRB, toda mudança é "complicada".  Revela que ele e o presidente do PRB, deputado federal Jony Marcos, estão conversando com as lideranças do grupo sobre a saída da base governista e ida para a oposição.

 

Tentando consenso 2

Enfatizou que ontem de manhã conversaram com o ex-prefeito Ivan Leite (Estância) e à noite com o deputado estadual Jairo de Glória, o ex-presidente da Adema Chico Dantas e o pré-candidato da Universal a deputado estadual, Eduardo.

 

Não acompanham

Já se sabe que Ivan Leite e Jairo de Glória são contrários à ida do partido para a oposição e vão se manter no governo. Ontem mesmo, Jairo esteve ao lado do governador Belivaldo Chagas (PSD) e do ex-governador Jackson Barreto (MDB) em Carira, em solenidade de entrega de sementes a mil famílias do município.

 

No sertão

Quem também esteve em Carira acompanhando Belivaldo foi o presidente estadual do PT, ex-deputado federal Rogério Carvalho. Além dos deputados federais Fábio Mitidieri (PSD) e João Daniel (PT); do presidente da Assembleia, Luciano Bispo; do deputado estadual Luiz Mitidieri; e dos prefeitos de Carira, Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora Aparecida, além de secretários, ex-prefeitos da região e vereadores da região.

 

Com os aliados 1

Acatando a sugestão do ex-governador Jackson Barreto, o governador Belivaldo Chagas se reuniu ontem à noite com os dirigentes de partidos aliados para alinhar posição sobre as eleições deste ano e criar um Comitê Político. Ela ocorreu na sede da produtora WG, na Coroa do Meio.

 

Com os aliados 2

Os convidados para a reunião com Belivaldo: pelo MDB (Jackson Barreto, Luciano Bispo, João Augusto Gama e Benedito Figueiredo), pelo PSD (Fábio Mitidieri e Jeferson Andrade), pelo PT (Rogério Carvalho, Márcio Macedo, João Daniel e Francisco Gualberto), pelo PCdoB (Edvaldo Nogueira e Antônio Bittencourt), pelo PDT (Fábio Henrique e Adilson Júnior), pelo PP (Fernando Carvalho) e pelo Podemos (Zezinho Sobral). Também presentes Carlos Cauê, José Carlos Felizola e Sales Neto.

 

Mais uma alfinetada

Do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) ontem, nas redes sociais: "Com anúncios ilusórios de verbas para o Nordeste, inclusive para Sergipe, o presidente Temer espera eleger uma forte bancada de senadores e deputados federais comprometidos com seu esquema político. Temer quer protetores no Congresso contra denúncias e aprovar a reforma da previdência".

 

Veja essa ...

O governo do presidente Michel Temer (MDB) continua pessimamente avaliado pelo povo brasileiro. Pesquisa divulgada ontem pela CNT/MDA mostra que 71,2% da população avalia como ruim ou péssimo. Já a avaliação positiva (bom ou ótimo) é de apenas 4,3%.

 

Curtas

A coluna recebeu ontem informações de que Heleno Silva estava de "baixo astral" com o fato de algumas lideranças políticas vinculadas a ele não o acompanharem na ida para a oposição. Uma delas seria o pastor Mardoqueu Bodano.

 

O vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, disse ontem que no dia 15 de agosto o seu partido estará lançando a candidatura do ex-presidente Lula a presidente da República. Reafirmou que não existe plano A, B e C, só plano "L de Lula".

 

Em reunião realizada no último sábado, com a presença do vice-presidente Nacional do Patriota, Nilton Santos, foi empossado oficialmente o empresário e membro do Fórum Brasileiro de Direitos Humanos, João Nascimento, como presidente do legenda em Sergipe.  

 

Na oportunidade, o nome da defensora pública e vereadora Emília Corrêa foi indicado e aprovado por unanimidade como pré-candidata ao Senado pelo Patriota.  

 

Nesta terça-feira o governador Belivaldo Chagas volta ao sertão para entrega de sementes. Estará em Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé de São Francisco.