Tudo no mesmo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O presidente estadual do PRB e o presidente de honra do partido, Jony Marcos e Heleno Silva respectivamente, estavam bem à vontade com o provável pré-candidato ao Senado, André Moura (PSC), no último sábado na festa evangélica \"Sergipe no Altar\"
O presidente estadual do PRB e o presidente de honra do partido, Jony Marcos e Heleno Silva respectivamente, estavam bem à vontade com o provável pré-candidato ao Senado, André Moura (PSC), no último sábado na festa evangélica \"Sergipe no Altar\"

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/05/2018 às 06:04:00

 

Maio começa hoje e o cenário políti-
co eleitoral permanece inalterado. 
Estão postas as pré-candidaturas a governador de Belivaldo Chagas (PSD), Valadares Filho (PSB), Emerson (Rede) e Márcio Souza (Psol).
O senador Eduardo Amorim (PSDB) tem afirmado que será candidato a governador, mas não teve ainda declaração oficial do seu agrupamento político de que disputará mesmo o governo. Convive com especulações de todo o tipo, inclusive, que pode disputar a reeleição.
Estamos chegando a cinco meses das eleições e o quadro político continua o mesmo também para o Senado. Permanece o ex-governador Jackson Barreto (MDB) sendo o único pré-candidato definido na chapa encabeçada por Belivaldo.
A segunda vaga de senador, que é pleiteada pelo PT para Rogério Carvalho e pelo PRB para Heleno Silva, permanece indefinida. Caminha para ser do PT, com a debandada do PRB para a oposição.
Valadares Filho tem como certo a pré-candidatura do senador Valadares (PSB) à reeleição. Isso dificilmente não ocorrerá se for para uma composição que fortaleça a pré-candidatura de Valadares Filho, tipo Eduardo Amorim sendo candidato a senador na chapa do PSB.
O deputado federal André Moura (PSC) ainda não confirma o que vai disputar nas eleições deste ano: se o Governo, o Senado ou a Câmara dos Deputados. Ele vem trabalhando nos bastidores para disputar mandato de senador.
Só o PSOL está com pré-candidatura ao governo e ao Senado definida. Vai disputar com chapa puro sangue: o policial militar Márcio Souza para governador e para senador os professores Sônia Meire e Jossimário Mick.
A maioria desses pré-candidatos ao governo tem em comum não só a indefinição do segundo nome para a vaga de Senador, como também do pré-candidato a vice.
Agora é aguardar o final de maio para sabermos se haverá alguma alteração nesse quadro político, que permanece indefinido na formação da chapa najoritária.

Maio começa hoje e o cenário políti- co eleitoral permanece inalterado.  Estão postas as pré-candidaturas a governador de Belivaldo Chagas (PSD), Valadares Filho (PSB), Emerson (Rede) e Márcio Souza (Psol).
O senador Eduardo Amorim (PSDB) tem afirmado que será candidato a governador, mas não teve ainda declaração oficial do seu agrupamento político de que disputará mesmo o governo. Convive com especulações de todo o tipo, inclusive, que pode disputar a reeleição.
Estamos chegando a cinco meses das eleições e o quadro político continua o mesmo também para o Senado. Permanece o ex-governador Jackson Barreto (MDB) sendo o único pré-candidato definido na chapa encabeçada por Belivaldo.
A segunda vaga de senador, que é pleiteada pelo PT para Rogério Carvalho e pelo PRB para Heleno Silva, permanece indefinida. Caminha para ser do PT, com a debandada do PRB para a oposição.
Valadares Filho tem como certo a pré-candidatura do senador Valadares (PSB) à reeleição. Isso dificilmente não ocorrerá se for para uma composição que fortaleça a pré-candidatura de Valadares Filho, tipo Eduardo Amorim sendo candidato a senador na chapa do PSB.
O deputado federal André Moura (PSC) ainda não confirma o que vai disputar nas eleições deste ano: se o Governo, o Senado ou a Câmara dos Deputados. Ele vem trabalhando nos bastidores para disputar mandato de senador.
Só o PSOL está com pré-candidatura ao governo e ao Senado definida. Vai disputar com chapa puro sangue: o policial militar Márcio Souza para governador e para senador os professores Sônia Meire e Jossimário Mick.
A maioria desses pré-candidatos ao governo tem em comum não só a indefinição do segundo nome para a vaga de Senador, como também do pré-candidato a vice.
Agora é aguardar o final de maio para sabermos se haverá alguma alteração nesse quadro político, que permanece indefinido na formação da chapa najoritária.

 

Maio mais político

Neste mês de maio o governador Belivaldo Chagas (PSB) deve atuar mais na área política, visando à consolidação de apoios políticos e alianças. Nos primeiros 23 dias de gestão preferiu focar mais na parte administrativa, quando fez algumas mudanças no comando de secretarias e órgãos públicos, lançou plano de segurança pública e adotou medidas na área de saúde.

 

Mudanças no 2º escalão 1

Belivaldo segue com algumas mudanças na equipe de governo. Além de mudar o comando da Deso, com a saída de Carlos Melo para a chegada de Gabriel Campos por indicação do PDT de Fábio Henrique, o vice-governador muda agora a presidência da Sergas e Codise.

 

Mudança no 2º escalão 2

Assumirá a Sergas no lugar do ex-prefeito Wellingron Paixão o atual diretor-presidente da Codise, Eugênio Dezen. Já para o lugar de Dezan na Codise irá o chefe do DAF da companhia, José Matos. As duas indicações são do deputado federal Laércio Oliveira, que hoje comanda o PP no Estado.    

 

PRB afinado com a oposição 1

O final de semana que passou ratificou a proximidade política do PRB com o agrupamento político do PSDB/PSC. O ex-prefeito Heleno Silva, presidente de honra do PRB, que é pré-candidato ao Senado, esteve no sábado de manhã visitando a Feira de Itabaiana ao lado do deputado federal André Moura (PSC). Pode haver dobradinha dos dois para o Senado.

 

PRB afinado com a oposição 2

Já no sábado à noite, a convite de Heleno e do presidente do PRB, deputado federal Jony Marcos, o deputado André e o senador Eduardo Amorim participaram da festa evangélica "Sergipe no Altar", com a presença da cantora gospel Sarah Farias. O ato religioso foi realizado no Santa Maria e contou ainda com os vereadores que acompanharam André e Eduardo:  Bigode do Santa Maria, Fábio Meireles, Dr. Gonzaga e Zezinho do Bugio e os ex-vereadores Vovô Monteiro, Kennedy Fonseca e Sérgio Góis.

 

Fogo amigo e inimigo 1

O presidente estadual do PT, o pré-candidato ao Senado, Rogério Carvalho, continua alfinetando o ex-governador Jackson Barreto (MDB) nas entrevistas que concede a imprensa. No sábado, na FM Boca da Mata, criticou indiretamente JB, que é pré-candidato ao Senado. Foi quando ironizou os três senadores de Sergipe.

 

Fogo amigo e inimigo 2

Afirmou: "Eu diria que Sergipe está com uma mudez enorme no Senado. Lá são 81 senadores, três por estado. São Paulo daquele tamanho, com 40 milhões de pessoas, tem os mesmos três senadores de Sergipe. Um bilhão de reais para um estado tão grande, pode não resolver os problemas de lá. Mas resolve os de Sergipe. Eu te pergunto: Qual foi o discurso feito por Eduardo Amorim, Maria do Carmo e Valadares em defesa do aumento do gás de cozinha?".

 

Fogo amigo e inimigo 3

Prosseguiu Rogério: "Hoje falta disposição na política e no Senado! Preciso lembrar que o Senado não é casa para aposentadoria de político! O cara chega no fim da carreira e diz:  ah, vou ser senador. O Senado é para lutar pelos direitos do povo".

 

Fogo amigo e inimigo 4

O presidente do PT também alfinetou indiretamente André Moura, que é líder do governo Temer no Congresso e está conseguindo liberar recursos para Sergipe. Declarou: "No Governo Lula, as pessoas deixaram de ter a esmola da cesta básica, se humilhar a um político. Com Lula o povo teve dignidade. Agora, pegam o dinheiro do Bolsa Família, não botam recurso na educação porque o Fies acabou, pegam esse dinheiro que era distribuído em programas sociais, isso são alguns políticos aliados de Temer, e saem dando esse dinheiro do povo para outros políticos garantirem uma eleição".

 

No sertão

No sábado, Rogério Carvalho foi com o vice-presidente nacional do PT Márcio Macedo participar de uma carreata pró-Lula no agreste sergipano, intitulada Lula Livre. Foi em Nossa Senhora da Glória que Rogério saiu atirando para tudo o que é lado na entrevista à emissora local.

 

PSTU 1

Na próxima quinta-feira o PSTU apresentará Vera Lúcia como pré-candidata à presidência da República pelo partido. Será às 18h30, no Clube Cotinguiba, durante evento denominado "Um Chamado à Rebelião: o Brasil Precisa de uma Revolução Socialista". Vera já foi candidata a prefeita de Aracaju e a governadora.

 

PSTU 2

No evento, acontecerá ainda o lançamento da pré-candidatura ao governo  Gilvani Alves, que é diretora do Sindicato dos Petroleiros de Sergipe e Alagoas (Sindipetro AL/SE) e do Movimento Mulheres em Luta (MML). Após a apresentação das pré-candidaturas, a Editora Sundermann, que comemora aniversário de 15 anos, lança o livro "Teses Programáticas: o Brasil Precisa de uma Revolução Socialista". A obra é resultado de um amplo debate, um esforço coletivo da militância do PSTU para apresentar um programa socialista para o país.

 

Reeleito

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) foi reeleito ontem presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio) para o quadriênio 2018-2022. O parlamentar segue na disputa pela presidência da Confederação Nacional do Comércio (CNC), tendo como adversário Tadros, que tem o apoio do atual presidente da CNC, Antônio Oliveira. O grupo de Tadros e Antônio está no poder das entidades há mais de 30 anos.

 

Pagamento do servidor

O governo do Estado finaliza o pagamento dos servidores públicos estaduais no próximo dia 12 de maio. Receberam nessa data os servidores da Educação que não receberam no dia 28 de abril, servidores lotados em demais secretarias, aposentados e pensionistas.

 

Veja essa ...

Do senador Valadares (PSB) alfinetando o governador Belivaldo Chagas (PSD) por está mantendo Almeida Lima na Secretaria da Saúde: "Na hora em que o governador e o secretário da Saúde não se entendem, e esticam a corda pra saber quem manda mais, com essa rusga, quem sai perdendo é a população. O governador não tem o direito de colocar em risco a saúde do povo por não usar de sua autoridade pra nomear quem ele quer".

 

Curtas

Os pré-candidatos majoritários se movimentaram no final de semana. No domingo, Belivaldo Chagas foi a Telha participar da Cavalgada dos Caceteiros da Farra.

 

Valadares Filho esteve com o senador Valadares em Boquim participando das comemorações alusivas aos 55 anos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Estiveram ainda em Lagarto assistindo ao VII Campeonato Sergipano de Karatê FKS - OPEN e em Itabaianinha prestigiando a 1ª Cavalgada da União.

 

Eduardo Amorim e André Moura foram a Tobias Barreto visitar o padre Jodeclan, que mostrou o projeto para a construção de um Santuário em homenagem à Nossa Senhora Imperatriz dos Campos. Também estiveram no povoado Montes Coelho almoçando com lideranças.

 

O ex-prefeito de Tobias Barreto, Dilson de Agripino,  vai disputar mandato de deputado estadual pelo agrupamento de André Moura e Eduardo Amorim.

 

Já a esposa do prefeito Diógenes Barreto (MDB), Diná (Podemos), concorrerá a Assembleia Legislativa pelo agrupamento de Belivaldo Chagas.

 

Ontem, véspera do feriado, o governador foi a Ilha das Flores, Santana de São Francisco e Neópolis levar investimentos como abastecimento de água e posto regional do Instituto de Identificação de Neópolis.  Belivaldo estava acompanhado do deputado federal Fábio Reis (MDB).