A caminho do Senado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/11/2017 às 06:11:00

Informações chegadas a coluna dão conta que o governador Jackson Barreto (PMDB) já se movimenta para disputar o Senado em 2018, fato que deve anunciar no final de dezembro para a sua base aliada como ficou acordado na última reunião das lideranças políticas do seu agrupamento, na casa do deputado estadual Luiz Mitidieri (PSD).

Segundo a fonte, o que levou JB avaliar concorrer ao Senado foi as suas declarações de quando foi reeleito governador em 2014, que ao final do governo iria para casa e sugeriu que os políticos da sua geração também fizessem isso para que houvesse renovação na política. E foi mais longe: disse que não votassem nele se fosse candidato.

O que estar levando Jackson a voltar atrás e poder vir a disputar o Senado é o apelo dos aliados para que seja candidato. Os argumentos são que o seu nome fortalece a chapa majoritária, que deve ser encabeçada pelo vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB) e que ele ainda tem muito a contribuir com Sergipe e o país estando no Senado, nesse momento de crise política, ética e moral no Brasil.

O peemedebista histórico Benedito Figueiredo, secretário de Governo, é um dos que defende que JB dispute o Senado. “Jackson não pode fugir a esse chamamento. O quadro político mudou. Ele está sendo chamado, não depende da vontade política dele”, afirmou Benedito recentemente à coluna, enfatizando que o chamamento é do partido, dos amigos.

Benedito disse não ver problema em o governador ser candidato ao Senado mesmo tendo dito que se aposentaria ao final do governo e que o eleitor não votasse nele se fosse candidato em 2018. “A grande maioria vai entender a necessidade de Jackson ser candidato: é uma pessoa amiga e honrada para o Senado”.

Disse ainda o peemedebista com relação a JB para o Senado: “Vai mais a necessidade política do que a vaidade de ser senador”.

Agora é aguardar o final de dezembro chegar para saber mesmo a posição do governador em pendurar ou não as chuteiras da política em 2018.

..................................................................................................................

 

Finisa

Nas várias entrevistas que concedeu ontem a imprensa, o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, disse que não sabe de onde o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) tirou a ideia de que por determinação do governo Michel Temer a CEF não vai liberar os R$ 560 milhões do financiamento do Finisa para o Governo do Estado, já aprovado pela Assembleia Legislativa. Disse que em cerca 40 dias estará em Sergipe para assinar o contrato.

 

Mais uma vez              1

Foi novamente adiada a convenção nacional do PMDB marcada para a próxima terça-feira, 07, e que contaria com as presenças dos peemedebistas de Sergipe: o governador Jackson Barreto, os secretários Benedito Figueiredo e João Augusto Gama, que vem a ser o presidente da legenda no estado.  Segundo nota da legenda, uma nova data está sendo definida e será comunicada em breve.

 

Mais uma vez 2

Ainda segundo nota do PMDB, o presidente nacional da sigla, senador Romero Jucá (RR), recém-operado, vai organizar internamente a reestruturação programática e as novas bandeiras do partido.  As mudanças deverão ser aprovadas, em convenção, no mesmo dia em que o PMDB voltará a se chamar MDB.

 

Grande tendência

Além de Sergipe, o PT e PMDB deve fechar aliança em pelo menos mais sete Estados nas campanhas para governador do ano que vem: Minas Gerais, Paraná, Alagoas, Piauí, Tocantins e Goiás. Os dois partidos eram aliados no governo Dilma Rousseff, mas tomaram caminhos opostos durante o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

 

Sem restrição

 Presidente nacional do PMDB, o senador Romero Jucá (RR) disse que as alianças regionais poderão ser feitas com qualquer legenda. "Não há nenhum tipo de proibição. Cada Estado tem uma realidade diferente”, afirmou.

 

No Estado

 Em Sergipe, o pré-candidato a governador Belivaldo Chagas (PMDB) se reúne com as lideranças do PT no próximo sábado, 11. Será apresentado aos petistas como pré-candidato ao Governo do agrupamento político liderado pelo governador Jackson Barreto (PMDB). O presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, é o candidato do partido na majoritária, que deve ser ao Senado.

 

Acima do teto 1

O jornal O Globo publicou ontem que pelo menos 10 senadores acumulam proventos bem acima do teto constitucional de R$ 33,7 mil mensais. Entre os senadores está Antônio Carlos Valadares (PSB-SE). Os outros são: Edson Lobão (PMDB-MA), Garibaldi Alves (PMDB-RN), João Alberto (PMDB-MA), Jorge Viana (PT-AC), José Agripino (DEM-RN), José Maranhão (PMDB-PB), Otto Alencar (PSD-BA), Roberto Requião (PMDB-PR) e Valdir Raupp (PMDB-RO).

 

Acima do teto

 Os senadores Valadares e Agripino justificaram sua condição afirmando que obtiveram as aposentadorias antes da Constituição de 1998, alegando direito adquirido. Valadares chegou a encaminhar ao Globo decisão do Tribunal Regional da 5º região de 2012, que julgou legal o recebimento de sua aposentadoria como ex-governador de Sergipe.

 

Critica de ex-aliado 1

 O pré-candidato a governador Mendonça Prado, ex-deputado federal e ex-aliado do governador Jackson Barreto (PMDB), continua trabalhando para consolidar seu nome para o governo pelo PPS.  Tem viajado pelo interior e concedendo entrevistas.

 

Crítica de ex-aliado 2

Agora começa a criticar, sutilmente, o governo. “O estado de Sergipe vive um dos momentos mais dramáticos da sua história. Os serviços prestados à população são de péssima qualidade. Nas minhas andanças pelo interior percebo que a saúde de Sergipe é um caos absoluto. O povo está sofrendo demais em nosso estado”, afirma.

 

Crítica de ex-aliado 3

 Ressalta Mendonça: “Estradas esburacadas, saúde em frangalhos e educação reprovada são resultados pífios que demonstram que esse modelo de governo acabou. O estado de Sergipe está na UTI com paralisia total. É um problema sério que exige novos e competentes gestores para retirá-lo do caos. É triste constatar que Sergipe desce a ladeira doente, inseguro e totalmente deteriorado. O que foi que aconteceu? Aplicaram mal os recursos”.

 

Registro

Mendonça foi para a oposição ao governo, pelo fato do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) não o ter nomeado de volta para a presidência da Emsurb, após a Justiça ter determinado o seu retorno ao órgão como toda a diretoria em agosto passado. Ele estava afastado desde o dia 10 de abril após o Ministério Público pedir à Justiça o seu afastamento enquanto era realizada a Operação Babel, que foi desencadeada pela Polícia Civil, que investigava possíveis irregularidades nos contratos referentes à coleta de lixo em Aracaju.

 

Mal avaliado

O deputado federal Fábio Reis (PMDB) baixou a nota que tinha dado a gestão do prefeito Valmir Monteiro (PSC-Lagarto). Baixou de 0,5 para 0,3, mediante o mercado municipal continuar fechado, a demissão de servidores, nepotismo e ingerência.

 

Pelo twitter

Do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), usuário frequente das redes sociais, alfinetando indiretamente, mais uma vez, o governador João Alves Filho (PMDB): “Toda crítica feita pela oposição, baseada em dados concretos e irrefutáveis, merece respeito e não pode ser apontada como motivada pelo ódio”.

 

 

Veja essa...

 No próximo domingo o botijão de gás sofrerá um novo reajuste: 4,5%. Será o quinto aumento anunciado pela Petrobras, desde que a companhia anunciou sua política de preços para o gás de cozinha de 13kg e que já acumula um reajuste de 54%. Com o preço do botijão a quase R$ 90,00 e o da gasolina a uma média de R$ 4,00 resta a pergunta: cadê os paneleiros?

 

 

CURTAS

 

 O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Propriá, Luciano de Menininha, reagiu a um assalto em sua fazenda, em Cedro de São João, atirando nas pernas do criminoso. Logo após acionou a polícia e ajudou nos primeiros socorros.

 

O Governo do Estado retoma o pagamento de servidores estaduais na quarta-feira, dia 08, quando receberão os salários de outubro os funcionários da Emdagro, Cohidro, Emgetis, Emsetur, Codise, Cehop e Pronese. Na quinta, dia 09, recebem os das Fundações de Saúde e servidores do Samu.

 

No sábado, dia 11, será efetuado o pagamento das demais secretarias de Estado, DER, Adema, Jucese, Detran, ITPS, Fundação Aperipê, Fundação Renascer,  Fapitec e os servidores da Educação que não receberam no dia 31. Aposentados e pensionistas recebem dia 14.

 

A Câmara Municipal de Propriá realiza na próxima quarta-feira, 8, uma audiência pública sobre o Plano Plurianual (PPA) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), a partir das 9h. A programação tem início com a palestra: “O PPA e a Garantia dos Direitos Sociais em Propriá”, cujo tema será discutido durante toda a manhã.

 

A tarde, a partir das 14h, acontece a oficina: “Construindo emendas ao PPA e LOA”. Os trabalhos serão coordenados pelo professor Roberto Caduda, com larga experiência no assunto.

 

 

 

Foto legenda

O vice-presidente nacional do PT, ex-deputado federal Márcio Macedo, participou do ato de coleta de assinaturas pela anulação da Reforma Trabalhista, realizado no Calçadão de Aracaju. “Já fiz a minha parte. Não vamos deixar esse governo golpista diminuir nossos direitos!”, afirmou