Começa a caravana de Lula pelo Nordeste

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Lula é recebido com festa em Salvador: proteção dos orixás
Lula é recebido com festa em Salvador: proteção dos orixás

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/08/2017 às 00:34:00

A caravana "Lula pelo Brasil" saiu ontem à tarde de São Paulo com destino a Bahia, o primeiro dos nove estados do Nordeste que percorrerá em 20 dias. A peregrinação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou por Salvador, onde, às 16h, foi recepcionado pelo governador Rui Costa    (PT), lideranças políticas baiana, movimentos sindicais e sociais.

As 17h, Lula e comitiva estiveram em Pupileira, em mais um ato de lançamento do livro “Comentários a uma Sentença anunciada – O Processo Lula”, que já foi lançado em eventos no Rio de Janeiro e em São Paulo. Foram de metrô até o evento, saindo da estação Pituaçu.

Em seguida, o ex-presidente seguiu para a Arena Fonte Nova, onde fez o lançamento de mais uma fase do Memorial da Democracia, apresentada no mês passado em Belo Horizonte.

Hoje pela manhã, a Caravana segue para Cruz das Almas, onde, às 10h,  Lula recebe título de Doutor Honoris Causa, na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) no município. À tarde, às 15h, vai ao Festival da Juventude, na mesma cidade.

Também nesta sexta-feira, às 19h, em São Francisco do Conde, o ex-presidente será patrono na colação de grau de estudantes da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira).

Amanhã a caravana segue para Feira de Santana, onde participa de atos em defesa de políticas públicas para o semiárido e Agricultura Familiar, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e de cisternas. Lula almoça com o governador Rui Costa e pernoita em Salvador para, no domingo, se deslocar para Sergipe, começando sua agenda por Estância, às 16h.

O vice-presidente nacional do PT, ex-deputado federal Márcio Macedo, é quem está na coordenação da Caravana Lula pelo Brasil. Antes de embarcar ontem de São Paulo para Salvador, Márcio se reuniu com o ex-presidente fechando os últimos ajustes da maratona.

Segundo Márcio, embarcaram ontem de São Paulo com Lula a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR); o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ); o líder do PT na Câmara dos Deputados, Carlos Zarattini (SP); o presidente nacional do MST, João Pedro Stedile; o coordenador nacional do MST, João Paulo Rodrigues; e o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas.

Ontem antes de embarcar, Márcio fez uma oração pedindo a Deus para que a Caravana Lula pelo Brasil percorra os cerca de 4 mil quilômetros de ônibus, com atividades programadas em 25 município, em clima de paz, amor, alegria e esperança. “Que Deus nos proteja”, afirmou Márcio à coluna.

.........................................................................................................................

Em defesa de JB 1

Do vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, com relação às declarações do petista e sindicalista Joel Almeida de que o governador Jackson Barreto (PMDB) era oportunista por querer participar de toda a agenda de Lula em Sergipe, enquanto paga salário atrasado do servidor: “Respeito a posição do sindicalista por defender pleitos da categoria, mas a vinda de Lula ao estado não é o momento de enfrentamento. Jackson é muito bem vindo, é um aliado histórico, muito correto na questão do impeachment. Se voltou até contra Temer e o seu partido”.

 

Em defesa de JB 2

Prosseguiu Márcio: “A vinda de Lula tem um outro foco, outra característica. É conversar, ouvir as pessoas, dialogar e levar esperanças de dias melhores. Por tudo isso, é bem vindo a presença do governador Jackson Barreto, dos movimentos sociais e sindicais. O clima não é de disputa. Lula não é patrimônio particular nem do PT nem de ninguém, mas do povo brasileiro. Ele é filiado ao PT com muito orgulho”.

 

Alfinetando ex-deputado 1

Do vice-presidente nacional do PT sobre a tentativa do ex-deputado estadual Nelson Araújo em querer proibir judicialmente a Caravana de Lula pelo Brasil sob alegação de que é campanha eleitoral antecipada: “Fico triste com isso. O ex-deputado não precisa chamar tanto a atenção e aparecer. Não precisa está fazendo essas coisas. O que Lula está fazendo faz parte da luta e da democracia”.

 

Alfinetando vereador

De Márcio sobre a tentativa do vereador de Estância, Sandro de Bibi (PRB), em querer anular a sessão que concedeu o titulo de cidadão estanciano ao ex-presidente Lula, que será entregue no domingo, no Largo dos Correios: “Às vezes às pessoas querem aparecer, ter um minuto de fama. Ele deve ter feito isso estimulado por pessoas com sentimento de inveja, que queria o amor do povo e não tem”.

 

Alfinetando ex-deputado 2

Prossegue Márcio: “Lula não está fazendo campanha eleitoral, mas uma ação programática. Quer fazer um diagnóstico do Brasil, dialogar e conversar com o povo. Fez isso na década de 70, para organizar o movimento sindical; na década de 80, para fundar o PT; na década de 90, para fazer um diagnóstico do país; e em 2000, como presidente, para conversar com o povo. Agora, volta para ver as políticas públicas e dialogar com o povo. Isso é uma tradição de Lula. O líder se alimenta da inspiração do povo e de levar inspiração ao povo”.

 

Curiosidade sobre a caravana

A Caravana de Lula é composta por dois ônibus, que Márcio Macedo batizou de “Força Terreste 1” e Força Terrestre 2”, em alusão ao avião presidencial americano Força Áerea. No Força Terrestre 1 andará Lula, Márcio e mais uns poucos convidados Vips. Já no Força Terrestre 2, o resto da comitiva.

 

 Grande ato

O governador Jackson Barreto (PMDB) foi ontem de manhã à Assembleia Legislativa levar uma boa notícia para os deputados estaduais e, principalmente, para as pessoas com problemas oncológicos no estado, que sofrem com as constantes quebras de aparelhos de radioterapia por interromper o tratamento. Formalizou parceria com clínica privada para oferecer tratamento de radioterapia a pacientes do SUS.

 

Medidas administrativas

Ontem o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) anunciou duas medidas: uma boa e uma ruim.  A boa é que vai encaminhar para a Câmara Municipal de Aracaju, até o final do mês, projeto de lei que revoga o aumento abusivo de 30% do IPTU concedido pelo então prefeito João Alves Filho (DEM) até 2022. A ruim foi a confirmação do aumento de 12,9% na tarifa de ônibus na capital, o que elevará a passagem para R$ 3,50 a partir desse sábado.

 

Em prol da saúde

O deputado federal André Moura (PSC-SE) esteve com o ministro Ricardo Barros (Saúde) tratando de demandas dos hospitais São José e Santa Isabel. A do São José é aporte de R$ 5 milhões para concluir obras de reforma do centro cirúrgico e da UTI, e para aquisição de um tomógrafo computadorizado.  Já a do Hospital e Maternidade Santa Isabel é a revisão da Certificação das Entidades Beneficentes de Assistência Social na Área de Saúde (Cebas).

 

Com Dória

Ontem, em São Paulo, o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) visitou o prefeito João Doria (PSDB-SP). Na oportunidade, o convidou para vir a Sergipe proferir duas palestras, sendo uma delas sobre o tema: “Uma Política de Reabilitação de Dependentes Químicos”.  A vinda ao estado ficou agendada para maio.

 

Reforma política

O Plenário da Câmara dos Deputados encerrou na quarta-feira à noite a discussão da proposta que altera o sistema eleitoral para o Legislativo e cria um fundo para financiar as eleições (PEC 77/03). A votação do texto ficará para a próxima terça-feira, 22. Além do fundo para o financiamento público das eleições, na ordem de R$ 3,6 bilhões, outro ponto polêmico da proposta são as mudanças na regra de eleição de deputados e vereadores, o distritão.

 

Impeachment

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com um mandado de segurança, com pedido de liminar, para tentar obrigar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a analisar o pedido de impeachment feito pela entidade contra o presidente Michel Temer.  No dia 25 de maio, a OAB protocolou na Câmara um pedido de impeachment contra Temer tendo como base as gravações entre ele e o empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa JBS.

 

Veja essa...

A Justiça de São Paulo determinou que Roberta Luchsinger, herdeira de um ex-acionista do banco Credit Suisse, pague R$ 62 mil que deve a uma loja de decoração antes de pensar em doar dinheiro ao ex-presidente Lula, o equivalente a R$ 500 mil. A socialite disse que faria a doação a Lula depois que ele foi condenado e teve os bens bloqueados por decisão do juiz Sérgio Moro. Depois da decisão, a socialite postou em sua página do Facebook que vai "dobrar a doação".

 

CURTAS

 

Em pronunciamento ontem na Câmara, o deputado Valadares Filho (PSB) defendeu a continuação do programa do Governo Federal Farmácia Popular. “O programa é caracterizado pela prevenção do agravamento de muitos problemas de saúde de forma a reduzir os gastos com tratamentos mais especializados e especialmente com internações”, disse.

 

Já o deputado Adelson Barreto (PR) ocupou ontem a tribuna da Câmara para cobrar medidas mais duras a fim de garantir a diminuição do consumo de cigarros no país. De acordo com o parlamentar, o consumo de tabaco mata mais de sete milhões de pessoas por ano em todo o mundo e só no Brasil causa um prejuízo anual de R$ 56,9 bilhões.

 

O deputado estadual Adelson Barreto Filho (PR) apresentou, na Assembleia, uma indicação destinada ao secretário Valmor Barbosa (Infraestrutrua) solicitando a recuperação da iluminação pública do viaduto Manoel Celestino Chagas, na avenida Tancredo Neves.

 

 A vereadora Maraysa Dantas (PSDB), conhecida como Maraysa de Ancelmo, foi escolhida por votação popular como a vereadora mais popular da cidade de Nossa Senhora da Glória. O levantamento foi realizado por uma empresa pernambucana e a premiação aconteceu na noite desta quarta-feira, 16, na Câmara Municipal de Glória.

 

O juiz Evandro Reis, da 10ª Vara Federal Civel da Bahia, determinou ontem a suspensão do título de doutor honoris causa que seria entregue a Lula, pela Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFR). A decisão foi tomada após ação popular protocolada pelo vereador de Salvador, Alexandre Aleluia (DEM), que diz que a universidade está fazendo campanha antecipada e que o ex-presidente foi condenado.