Sucesso do Mundial Escolar de Triathlon

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Autoridades prestigiaram a solenidade de abertura do Mundial Escolar de Triathlon. Foto: Arthur Leite
Autoridades prestigiaram a solenidade de abertura do Mundial Escolar de Triathlon. Foto: Arthur Leite

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/06/2017 às 00:26:00

O atual secretário Estadual de Esporte, Lazer e da Juventude, Antônio Hora Filho, presidente licenciado da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), foi o principal responsável em trazer para o Estado de Sergipe, o III Campeonato Mundial Escolar de Triathlon, competição revestida de sucesso, realizada em Aracaju entre os dias 6 e 12 de junho.

Durante esses dias, a Orla de Atalaia recebeu um colorido diferente, mais de 150 triatletas de ambos os sexos, nadaram com estilo, pedalaram forte e correram atrás das medalhas e dos melhores lugares no pódio. O evento promovido pela International School Sports Federation contou com total apoio do governo do estado através da Secretaria de Estrado do Esporte, Lazer e da Juventude e do governo municipal, através da Sejesp.

O Secretário Antônio Hora Filho, faz um balanço geral sobre o mundial. Alguns aspectos foram identificados pelo Secretário, afim de fazer uma melhor análise e avaliação do grande evento que ocorreu em solos sergipanos.

ESTRUTURA E LOGÍSTICA

A competição demandava um grande planejamento técnico e funcional, para sua perfeita execução. A Federação Sergipana de Desporto Escolar (FSDE), a Federação Sergipana de Triathlon (FSTri), a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) e a Confederação Brasileira de Triathlon foram as responsáveis técnicas pelas execução do evento. Antônio Hora afirma que todas as entidades participantes, junto com as parcerias firmadas, foram perfeitas na estruturação e pensamento logístico do mundial.

- Em Sergipe, foram tomadas as providências, no sentido de garantir que a competição transcorresse com tranquilidade, sendo somadas a competência dos integrantes dessas entidades, garantindo na parte técnica um evento perfeito, afirma Antônio Hora Filho.

SEGURANÇA

Várias instituições, em parceria, se juntaram para que o Mundial ocorresse perfeitamente. O Governo do Estado articulou várias secretarias, colocando à disposição diversos serviços públicos, para que o evento internacional fosse revestido de sucesso e conseguiu esse objetivo.

- O Governo do Estado, apoiando a realização do evento, articulou a Secretaria de Infraestrutura, para dar manutenção no espaço físico da orla, com troca de lâmpadas, com limpeza e vistoria dos equipamentos do lago. Em parceria com a prefeitura, estabeleceu relação institucional com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), que montou esquema para interditar o trânsito de veículos no local e nos horários que a competição ocorreu – afirmou Antônio Hora.

A Guarda Municipal de Aracaju e a Polícia Militar, fizeram um reforço de policiamento, não só na área da prova, mas, também, colocando viaturas próximas ao hotel que as delegações se hospedaram e nos deslocamentos que fizeram durante o período que ficaram na cidade, sendo de fundamental importância, para que a competição, como um todo, ocorresse com a segurança e com a tranquilidade esperada.

O Corpo de Bombeiros também marcou presença, ajudando na realização do evento. Com disponibilização de ambulâncias, com equipe paramédica, e salva-vidas no lago da prova, os bombeiros estiveram presentes em todos os dias e em vários locais do trajeto da competição, prontos para ajudar no que precisasse.

PROJETO TAMAR

Dando brilho ao evento com sua parceria, o Projeto Tamar disponibilizou seu espaço cultural em dois dias. O primeiro foi na abertura, cedendo o espaço para a realização da solenidade, que contou com presença de vários autoridades como o Governador Jackson Barreto, o prefeito Edvaldo Nogueira, o ministro do esporte Leonardo Piciani, deputados federais e demais autoridades. O segundo foi no “Dia Cultural”, fornecendo a possibilidade gratuita das delegações fazerem visitação ao projeto

- Os atletas tiveram contato pela primeira vez com várias espécies marinhas, e, também, com a soltura de tartarugas. Tenho certeza que foi uma experiência única para eles, para os brasileiros e para os estrangeiros, participando de um ato simbólico da renovação de uma espécie, agradece o secretário.

LEGADO PARA COMPETIÇÕES FUTURAS

Devido ao grande sucesso do Mundial Escolar de Triathlon, novas oportunidades de ser sede de outras competições, a médio e longo prazo, podem surgir para Aracaju. Para o Secretário, Sergipe recebeu o mundial porque os governantes apoiam o esporte e dão condições, para que o estado receba eventos tão importantes.

- Nós conseguimos aqui em Sergipe articular todas as secretarias de estado e de município, todos órgãos necessários para garantir o sucesso de eventos como esse, com muita agilidade com o governo do estado determinando que o esporte passe a ser prioridade. Então, não teremos dificuldade nenhuma, de Sergipe voltar a se candidatar para sedear outros eventos internacionais e nacionais, afirma o secretário.

No início do ano, Aracaju já tinha sediado o Campeonato Brasileiro Escolar de Natação e, alguns meses depois, voltou a ser sede de uma competição de muita importância.

- Nesse curto período em que o governador retomou a Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SEEL), reinventando-a, dando a oportunidade, inclusive, de sergipanos ganharem medalhas nacional e internacionalmente. Um desempenho maravilhoso e confirmando que estamos corretos em voltar a dar ao estado, um espaço para desenvolver essas áreas, concluiu Antônio Hora.