O cenário vindouro

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/06/2016 às 14:56:00

A partir de agora, com a definição do pré-candidato do governador Jack-son Barreto (PMDB) a prefeito de Aracaju, as conversas sobre os entendimentos políticos vão se afunilar. Mesmo sem o fechamento dos acordos já se pode desenhar o cenário para as eleições municipais na capital, que estão casadas com o pleito de 2018.
O ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) - o pré-candidato do governador - irá para as eleições coligado com o PMDB e o PT. Nesses dois partidos, virou um consenso o nome do comunista. Com isso, não haverá racha entre petistas em torno do candidato majoritário. Com a saída de Zezinho Sobral (PMDB) do páreo todas as correntes do PT votarão com o candidato comunista, que terá a ex-primeira dama Eliane Aquino como vice.
Dos partidos representativos, Edvaldo Nogueira deve ter ainda o apoio do PRB. Para que isso ocorra, terá que garantir apoio ao prefeito Heleno Silva (Canindé do São Francisco) para o Senado em 2018.
Fazendo isso, a chapa majoritária já estará formada em 2018. Um candidato do PMDB para o governo, que pode ser o vice-governador Belivaldo Chagas, ainda PSB; uma vaga de senador para Rogério Carvalho (PT) e a outra vaga pode ser para Heleno. Ainda há quem aposte que Jackson Barreto será candidato ao Senado, podendo trocar a vaga na majoritária do PMDB, que hoje é de governo, para o Senado.
O pré-candidato Valadares Filho (PSB) já fechou acordo com o PSD e PROS. Aguarda o apoio do PDT, o que deve se consolidar em razão do presidente estadual do partido, o prefeito Fábio Henrique (Socorro), já ter descartado apoio a Edvaldo Nogueira pelo fato do PCdoB ter candidato a prefeito no seu município, que é o padre Inaldo.
Como Heleno Silva, o prefeito Fábio Henrique, que vem conversando muito com Valadares Filho, deve estar pleiteando o apoio para o Senado. VF já tem um candidato ao Senado: o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD). Não se sabe se a outra vaga será do seu pai, o senador Valadares (PSB). Vai depender se ele vai se aposentar ou não em 2018. Em último caso, pode ser fechado com Fábio apoio para deputado federal no caso de VF ser eleito prefeito.
Valadares Filho ainda acredita na possibilidade de apoio do PRB, pela apelação da executiva nacional para que o partido em Sergipe apoie a sua pré-candidatura, já que o PSB nacional apoiará a pré-candidatura do senador Crivella (PRB) a prefeito do Rio de Janeiro. Insistem nisso o senador Romário (RJ) e o próprio Crivella, que está bem nas pesquisas.
O vice de Valadares Filho ainda está aberto. Pode ser uma indicação do PDT de Fábio Henrique ou do bloco político do senador Eduardo Amorim (PSC). Isso porque Eduardo deve recuar da sua intenção de disputar a prefeitura de Aracaju este ano, até porque a pouco mais de 20 dias das convenções partidárias encontra-se de férias na Europa com a família, por um período de 15 dias.
O prefeito João Alves Filho (DEM), que a cada eleição só confirma candidatura na convenção partidária, terá entre os grandes aliados o PSDB. O seu vice ainda não foi definido.
Três nomes são citados como vice: o senador Eduardo Amorim, mediante acordo de João Alves renunciar ao mandato em 2018 para concorrer ao governo do estado; o deputado estadual Robson Viana (PEN), também como o mesmo compromisso; e o atual vice José Carlos Machado (PSDB).
É possível que, mesmo com o afunilamento das conversas e a definição do candidato do governador, os acordos políticos só venham a ser fechados no último dia da convenção partidária, portanto, 5 de agosto.
Vamos aguardar, pois ainda tem muita água pra rolar por debaixo da ponte...

Vaga do Senado 1
O vice-presidente municipal do PRB, o pré-candidato a vereador Anderson Gois, disse ontem que não vê problema algum do seu partido apoiar Edvaldo Nogueira para prefeito. Ressalta apenas que como os demais partidos discutem 2016 celebrando acordos para 2018, o PRB também deve fazer o mesmo.

Vaga do Senado 2
"Sou defensor da candidatura de Heleno Silva ao Senado em 2018. Temos que ter de Edvaldo o compromisso com esse pleito do nosso partido, pois temos um nome representativo para apresentar a sociedade sergipana. Defenderei esse ponto de vista dentro do nosso grupo", garantiu.

10 dias depois
O PT adiou do dia 06 para o dia 16 de julho o Encontro Municipal para definir candidaturas. Segundo o presidente do Diretório Municipal, vereador Emmanuel Nascimento, o adiamento foi pelo fato de não ter mais pressa na definição de quem o partido vai apoiar para prefeito, por ser consenso entre os petistas o nome de Edvaldo Nogueira.

Ratificação
Ressalta que o partido vai apoiar Edvaldo e indicar Eliane Aquino como vice. "A unidade do PT é fundamental. Vão estar todos juntos trabalhando pela nossa chapa: Rogério Carvalho, Márcio Macedo e Jackson Barreto", comemora Emmanuel.

Ponto de vista 1
Em conversa ontem com a coluna, Eliane Aquino demonstrou satisfação com o apoio do governador e do PMDB a chapa Edvaldo/Eliane. "Foi um caminho bom para todo mundo. Claro que Zezinho [Sobral] é um nome extremamente qualificado, tem muito futuro. Mas, no momento, precisamos de um político mais forte, que faça a leitura da população".
Ponto de vista 2
Disse ainda Eliane: "Edvaldo tem maturidade para distinguir hoje o certo do errado. Está preparado para trazer de volta as ações que Aracaju precisa, mesmo nesse momento de dificuldade. Haverá uma parceria do município com o governo do Estado".

Ponto de vista 3
Segundo Eliane, ela está pronta para os desafios que terá pela frente como vice. "Não faço política com sangue no olho. Vou ajudar para fazer o melhor por essa terra. Que seja feito o que o povo decidir", frisou.   

Na Inclusão Social
O ex-pré-candidato Zezinho Sobral se recolheu após ter ficado de fora da sucessão municipal. No início de julho deve assumir a Secretaria de Inclusão Social, no lugar de Marta Leão, segundo informações chegadas ontem à coluna, que já tinha publicado que ele retornaria ao governo, conforme declarações do próprio governador Jackson Barreto. Com isso, Conceição Mendonça permanece na Saúde.       

Alfinetadas
De Valadares Filho (PSB) sobre as declarações do presidente estadual do PMDB, João Augusto Gama, que disse ontem no programa de Gilmar Carvalho que idade não representa renovação, que Nero colocou fogo em Roma aos 32 anos e que seu nome [Valadares Filho] não é novidade: "A declaração do meu amigo Gama hoje, sobre a nossa pré-candidatura, deixou claro a sua frustração por não ter emplacado o seu projeto pessoal e o grande receio da nova alternativa que represento na eleição de Aracaju".

Em defesa
O presidente do Diretório Municipal do PSD, deputado federal Fábio Mitidieri, saiu ontem em defesa de Valadares Filho. Disse nas redes sociais: "É bom avisarem a membros do governo que a candidatura de Valadares Filho está sendo construída com partidos da base aliada. Respeito é bom". O PSD foi o primeiro partido a apoiar a pré-candidatura de Valadares.

Parabenizando
Mitidieri parabenizou Edvaldo Nogueira e Valadares Filho por consolidarem suas candidaturas. "O governo tem dois bons nomes e nosso adversário é o mesmo", frisou. O parlamentar também parabenizou Zezinho Sobral por ter buscado seu espaço de forma respeitosa e corajosa. "O futuro lhe reserva grandes conquistas", ressaltou.

Holofotes
Após o governador Jackson Barreto ter declarado seu apoio a Edvaldo Nogueira, na segunda-feira, Sergipe foi destaque nacional nas redes sociais. O perfil de JB figurou entre os três assuntos mais comentados da rede social twitter em todo o país. Estima-se que mais de 300 mil pessoas tenham sido alcançadas pelo seu perfil depois do anúncio. Isso é o que se chama no mundo digital de "bombar" no trending tópics.

Veja essa...
Do ex-deputado federal João Fontes sobre a coligação em Aracaju do PCdoB com o PMDB e PT: "Lamentavelmente a política virou Coisita do Capetita. No mesmo palanque em Aracaju teremos Aldo Rebelo, Jandira, Dilma, Lula, Temer, Renan, Sarney, Jucá e Cunha! Um passaporte para Curitiba".

Curtas
O presidente estadual do PEN, deputado estadual Robson Viana, foi chamado ontem ao palácio para uma conversa com o governador Jackson Barreto.

O ex-senador Almeida Lima (PMDB) avalia que Jackson Barreto tomou a decisão correta ao indicar Edvaldo e Eliane como seus candidatos a prefeito e a vice.

"Não que Zezinho Sobral não fosse um bom nome, mas essa não era a questão. Ao líder maior cumpria a missão de manter unida a aliança de partidos construída nos idos de 1994 e que, ao longo desses anos, tem se mostrado benéfica para o povo sergipano, sendo essa a razão maior para a sua manutenção".

A tendência de Fabio Henrique é apoiar mesmo Valadares Filho. Não deve compor com João Alves após recado do governador de que, como aliado, aceita que fique com Valadares menos com o prefeito.

O PDT pode indicar o vice de Valadares Filho, mas segundo uma fonte, não deve ser a esposa, a deputada estadual Silvia Fontes (PDT). Pode indicar outro nome.