Máquina de calcular

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O deputado federal Valadares Filho (PSB) participa em São Francisco, nos Estados Unidos, de um seminário de estudos sobre Inovação promovido pela Universidade de Stanford. Para o parlamentar, o seminário representa a oportunidade de ver experiências novas
O deputado federal Valadares Filho (PSB) participa em São Francisco, nos Estados Unidos, de um seminário de estudos sobre Inovação promovido pela Universidade de Stanford. Para o parlamentar, o seminário representa a oportunidade de ver experiências novas

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/03/2016 às 00:50:00

O deputado federal Valadares Filho (PSB) participa em São Francisco, nos Estados Unidos, de um seminário de estudos sobre Inovação promovido pela Universidade de Stanford.
Para o parlamentar, o seminário representa a oportunidade de ver experiências novas de inovação para que tenha uma noção mais exata de modernidade administrativa.
Valadares Filho integra uma bancada de seis parlamentares do Congresso Nacional, que representa o Brasil no evento. Também no seminário o senador Antonio Carlos Valadares (PSB).

Máquina de calcular

Apesar de no último dia 18 de março ter fechado a "janela" para nova filiação sem o risco de perda do mandato por infidelidade partidária, em Sergipe tem muitos políticos no exercício da atividade parlamentar que só vão definir sua nova legenda até o dia 02 de março. Este é o prazo estabelecido pela legislação eleitoral para filiação daqueles políticos com ou sem mandato que desejam disputar as eleições deste ano.

Na Câmara Municipal de Aracaju três vereadores já se desfiliaram dos seus partidos e estão analisando qual a legenda mais viável para disputarem a reeleição este ano: Jailton Santana, Adriano Taxista e Manuel Marcos. Estão respaldados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que mediante consulta explicou que tinham de deixar seus respectivos partidos até 18 de março, mas que podiam se filiar a uma nova legenda até o dia 02 de março, seis meses antes das eleições.

Jailton deixou o PSC, dos irmãos Amorim, e está indeciso entre filiação no PRTB ou PTdoB. O ex-líder do prefeito na Câmara Municipal, Manuel Marcos, saiu do DEM, do prefeito João Alves, e pode ingressar no PSC ou PR, que estão sob o comando dos Amorim. Já Adriano Taxista, que deixou o ninho tucano liderado por João Alves e o vice José Carlos Machado (PSDB), pode se filiar a um outro partido adversário de JAF.
Adriano Taxista, que tem grande probabilidade de ir para o PMN, também andou conversando com Reynaldo Nunes, do PV, e com o senador Eduardo Amorim (PSC). Falou por telefone com o governador Jackson Barreto (PMDB) na sexta-feira passada e ficaram de se encontrar ontem ou hoje.

Recém empossado vereador no lugar de Dr. Agnaldo Feitosa (PR), que se licenciou da Câmara pra ser secretário municipal de Saúde, o Sargento Vieira também se desfiliou do PR na sexta-feira passada. Existem conversas para se filiar ao PDT do prefeito Fábio Henrique (Nossa Senhora do Socorro).
Na Assembleia Legislativa só o deputado estadual Capitão Samuel deixou o PSL, um dos partidos liderado pelos irmãos Amorim, para se filiar a um outro da base aliada do governo Jackson Barreto, mas ainda não bateu martelo sobre o destino partidário. Temendo um desgaste maior, o parlamentar faz segredo do partido que deve se filiar.

Trocando em miúdos, esta Semana Santa será de muita conversa política em torno de filiação partidária, cujo prazo encerra no Domingo de Páscoa. Não só os que deixaram seus partidos estão com máquina de calcular nas mãos, fazendo contas de votos, como as lideranças políticas estão no encalço deles visando filiá-los em suas legendas e fortalecê-las.

Estruturando
o PMDB
O governador Jackson Barreto (PMDB) passou o domingo fazendo política partidária. Conversou, em sua residência, com cerca de 10 pré-candidatos a vereador de Aracaju que estavam filiados ao PPS, a exemplo do Palhaço Soneca, que na eleição passada teve apenas 25 votos a menos que o vereador eleito Agamenon Sobral (PHS).

Registro
Tanto Soneca quanto Agamenon disputaram a eleição em 2012 pelo PP. No ano passado o Soneca se filiou ao PPS de Clovis Silveira e o Agamenon ao PHS hoje comandado no estado pelo deputado estadual afastado Augusto Bezerra.

Representação
na Câmara
À coluna chegou a informação que o governador Jackson Barreto fechou entendimento com os ex-PPS, que vão debandar para o PMDB. JB deseja um grande ato de filiação ao seu partido, que conseguiu manter nesse período de "janela partidária" os dois vereadores de Aracaju: Dr. Gonzaga e Bigode, que estavam de malas prontas para o PTN.

Representação
na Assembleia
O governador também conseguiu manter uma bancada de quatro deputados estaduais na Assembleia Legislativa. Permanecem no PMDB os deputados Luciano Bispo, Garibalde Mendonça e Zezinho Guimarães, e no lugar de Robson Viana, que foi para o PTN, entrou a deputada Goretti Reis, ex-DEM.

Baixa
O DEM do prefeito João Alves foi o que mais perdeu filiados com mandatos mediante a abertura da janela partidária. A legenda perdeu os dois deputados estaduais na Assembleia Legislativa, Augusto Bezerra e Goretti Reis, e dois dos quatro vereadores na Câmara Municipal de Aracaju: o ex-líder Manuel Marcos e Nitinho, que foi para o PSD.

Queixas
Informações chegadas à coluna dão conta que Manuel Marcos sofreu pressões do prefeito para não deixar o DEM. O parlamentar chegou a lamentar que João Alves ouviu mais os secretários, que não têm votos, que os vereadores em questões polêmicos como o aumento abusivo do IPTU. Sem falar que não deu o tratamento merecido aos parlamentares.

Conversas
Segundo uma fonte, Manuel Marcos, que pode ingressar no PSC ou PR comandados no estado pelos irmãos Amorim, teve uma conversa por telefone com o pré-candidato a prefeito de Aracaju, deputado federal Valadares Filho. Ficaram de ter uma nova conversa até o final desta semana.

Ponto de vista
De Valadares Filho, que é presidente estadual do PSB, ao ser questionado se o seu partido conseguiu importantes filiações no processo de troca-troca de legenda: "O PSB se mantém no mesmo patamar, não ganhou nem perdeu. É um partido organizado, que terá de 20 a 25 pré-candidatos a prefeito nas eleições deste ano".

Satisfação
O pré-candidato a prefeito pelo PSB comemorou a filiação do vereador Nitinho no PSD, partido que já declarou apoio a sua pré-candidatura. "Na semana passada eu e Fábio {Mitidieri} nos reunimos com Nitinho, na minha residência. No encontro ficou acordado a sua saída do DEM para filiação ao PSD", afirmou, admitindo que já conversou por telefone com o vereador Manuel Marcos e terá um novo diálogo.

Afunilamento
Para Valadares Filho as conversas sobre a sucessão municipal começam a afunilar. "As definições estão próximas de acontecer, não vão causar surpresas para uns nem para outros", acredita.

PDT
O vereador recém empossado Sargento Vieira pelo PR deve mesmo se filiar ao PDT e disputar novo mandato em 02 de outubro em uma chapa com o pré-candidato, o radialista Jason Neto, irmão do prefeito Fábio Henrique (PDT/Nossa Senhora do Socorro).

Lançamento
Fábio Henrique lança oficialmente no próximo dia 09 de março a pré-candidatura do seu secretário Klewerton Siqueira à sua sucessão. Será às 16h, no Fest Clube no Marcos Freire II.  

Velho Chico
O prefeito João Alves (DEM) proferiu ontem de manhã uma palestra com o tema "Como Salvar o Rio São Francisco", oportunidade em que falou da importância que o Velho Chico tem para Sergipe e o país, assim como medidas para sua sobrevivência. Foi durante Simpósio Regional em Reflexão ao Dia Mundial da Água, no auditório do Ministério Público Estadual (MP/SE).

Alívio na dívida 1
O governo federal apresentou ontem algumas propostas que alteram as regras sobre os gastos públicos. Uma delas é o projeto de lei complementar que trata da renegociação das dívidas estaduais, o que pode abrir espaço para que esses governos possam gastar R$ 45,5 bilhões entre 2016 e 2018. Esse é um dos pleitos do governador Jackson Barreto (PMDB) e demais governadores do país, em razão da crise econômica.

Alívio na dívida 2
Conforme já anunciado pelo governo, Estados e municípios terão mais 20 anos para pagar suas dívidas com a União. Foi autorizada ainda a renegociação das operações de crédito contratadas até 2015 junto ao BNDES, com prazo adicional de dez anos, sendo que há carência do principal por quatro anos. Nesse período, paga-se apenas os juros.

A conta
Para ter direito ao benefício, os Estados deverão atender algumas exigências. Durante 24 meses, ficam proibidos: novos reajustes salariais do funcionalismo, novos benefícios fiscais e nomeação de novos servidores. Também é necessário limitar o crescimento da despesa à variação da inflação e reduzir a despesa mensal com cargos de confiança em 10% em relação a junho de 2014.

Veja essa...
Do ex-vereador e ex-preso político, Marcélio Bomfim, durante depoimento ontem na Comissão Estadual da Verdade, sobre o período da ditadura militar em que foi preso durante a Operação Cajueiros como secretário-geral do PCB: "Se alguém tentar devolver para este país uma ditadura militar ainda estou pronto para ir para as ruas combatê-la".

Curtas
O senador Eduardo Amorim (PSC) manda recado à coluna dizendo que é mesmo pré-candidato a prefeito de Aracaju nas eleições deste ano.

Eduardo Amorim participou, inclusive, da Procissão de São José no sábado à tarde, em Aracaju. Também presente o pré-candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB).

No domingo, o senador esteve em Monte Alegre para participar do lançamento da pré-candidatura à reeleição de Antônio Fernandes, o Tonhão, e de Jeane como vice-prefeita. Para ele, o encontro também serviu para destacar alguns pontos prioritários para a região.
Anteontem à noite, o presidente estadual do PSC, deputado André Moura, assinou a ficha de filiação do ex-prefeito Negão (Carira) ao PSC.

Na oportunidade, foi inaugurada a nova sede municipal do partido e a filiação de diversas lideranças locais, como a do vereador Demar das Cutias.

Desde o começo do ano até a última sexta-feira (18), 7,9 milhões de eleitores solicitaram inscrição eleitoral, transferência do título de eleitor, revisão de informações ou a emissão de segunda via do título. Os dados constam dos requerimentos encaminhados pelos cidadãos aos órgãos da Justiça Eleitoral em todo o país.