O Brasil e a corrupção

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Dobradinha   O governador Jackson Barreto recebeu o ex-prefeito de Tobias Barreto Diógenes Almeida e o atual presidente da Câmara Municipal daquele município, Gal de Filó. Pelo visto essa união vai gerar uma dupla para disputar as próximas eleições no mun
Dobradinha O governador Jackson Barreto recebeu o ex-prefeito de Tobias Barreto Diógenes Almeida e o atual presidente da Câmara Municipal daquele município, Gal de Filó. Pelo visto essa união vai gerar uma dupla para disputar as próximas eleições no mun

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/01/2016 às 00:21:00

Dobradinha
 O governador Jackson Barreto recebeu o ex-prefeito de Tobias Barreto Diógenes Almeida e o atual presidente da Câmara Municipal daquele município, Gal de Filó. Pelo visto essa união vai gerar uma dupla para disputar as próximas eleições no município. É um grupo forte.

O Brasil e a corrupção

O Brasil teve piora no ranking internacional de percepção da corrupção divulgado hoje (27) pela organização não-governamental Transparência Internacional. O país caiu sete posições em comparação ao ano anterior e ocupa o 76° lugar na lista de 2015. O Brasil foi o país que teve a maior queda, de acordo com a organização. O índice avalia a percepção sobre a corrupção do setor público em 168 países.
Na escala que vai de zero (mais corrupto) a 100 (menos corrupto), o Brasil aparece com 38 pontos. O país onde a população tem a menor percepção de corrupção é a Dinamarca, que aparece no topo da lista pelo segundo ano consecutivo. Em seguida estão a Finlândia e Suécia. Os países com piores avaliações são a Coreia do Norte e Somália.
"O Brasil foi quem teve a maior queda, perdendo 5 pontos e descendo 7 posições, para o 76º lugar. O escândalo da Petrobras, atualmente em curso, levou as pessoas às ruas em 2015 e o início do processo judicial poderá ajudar o Brasil a frear a corrupção", registra o comunicado da ONG Transparência Internacional.

Segundo o relatório, os países com melhor desempenho têm características como alto nível de liberdade de imprensa, acesso a informação sobre orçamento público, sistemas judiciários que não diferenciam ricos e pobres, e que são realmente independentes das outras esferas do governo.
Os países que ocupam as posições mais baixas são caracterizados por conflitos e guerras, fraca governança, instituições públicas frágeis e falta de independência da mídia, segundo a organização.
A Transparência Internacional define a grande corrupção como "o abuso do poder ao mais alto nível para beneficiar uns poucos à custa de muitos, causando graves e generalizados danos aos cidadãos individuais e às sociedades. A grande corrupção, frequentemente, fica impune", registra.
As maiores quedas dos últimos quatro anos incluem a Líbia, a Austrália, o Brasil e a Turquia. As melhorias foram registradas na Grécia, no Senegal e Reino Unido.

O Índice de Percepção da Corrupção baseia-se em opiniões especializadas sobre a corrupção do setor público. "Uma pontuação baixa é um sinal da prevalência de subornos, impunidade da corrupção e instituições públicas que não atendem às necessidades dos cidadãos", diz o comunicado da organização.
De acordo com a Transparência Internacional, o ano de 2015 mostrou que cidadãos trabalhando em conjunto podem alcançar sucessos na batalha contra a corrupção. "Embora ainda haja muita corrupção a nível global, há mais países que melhoraram sua pontuação na edição de 2015 do Índice de Percepção de Corrupção, da Transparência Internacional, do que os que pioraram". (Com a Agência Brasil)

Segurança
O governador Jackson Barreto deverá afastar tanto o secretário da Segurança Mendonça Prado quanto o comandante da PM, coronel Iunes. Os dois se desentenderam na semana passada e Mendonça concedeu entrevista dizendo que não havia mais clima para continuar trabalhando com Iunes.

Nomes
Jackson está discutindo os nomes mais adequados para o setor, mas deverá aguardar a passagem do luto de Mendonça. Esta semana a sua namorada Viviane Santana morreu aos 32 anos, vítima de infarto. Somente no final da próxima semana - ou após o Carnaval - é que os novos nomes deverão anunciados. Por enquanto os dois seguem nos cargos.

Reforma
O governador está sendo aconselhado a aproveitar essa crise no comando da Segurança para realizar um ajuste no secretariado. Em função da crise econômica que afeta o Estado, o secretário da Fazenda, Jeferson Passos, está no olho do furacão.

Aracaju
O deputado federal André Moura confirmou que em fevereiro o seu grupo deve se reunir para decidir o caminho que deverá seguir em Aracaju em 2016. "Devemos nos reunir para ratificar o nome do senador Eduardo Amorim como pré-candidato. Ele já se colocou à disposição e é o que reúne maior apoio", afirmou.

Com João
O deputado federal Laércio Oliveira (Solidariedade) vem alertando que o melhor para o grupo seria manter o apoio à reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM). A dificuldade maior do grupo Amorim em apoiar João é a sua decisão em manter como candidato a vice José Carlos Machado.

Canindé
O prefeito de Canindé do São Francisco, Heleno Silva (PRB), deverá mesmo renunciar ao cargo no início do mês de março. A ideia é permitir que o vice-prefeito Avelar Feitosa, que deverá ser o candidato do grupo, tenha tempo de colocar a casa em ordem. Desde que assumiu o cargo, em 2013, Heleno só faz reclamar da queda de receita do município. Vai transferir o comando da prefeitura inclusive com salários atrasados.

Depoimentos
O advogado e ex-preso político Wellington Mangueira é quem vai prestar depoimento hoje, às 9 horas, na Comissão Estadual da Verdade. A sessão é pública e é realizada no auditório do Museu da Gente Sergipana. Esta semana, a comissão já ouviu depoimentos de Milton Coelho e Bosco Rollemberg.

Calendário
Quem quiser concorrer aos cargos eletivos deste ano deve se filiar a um partido político até o dia 2 de abril de 2016, ou seja, seis meses antes da data das eleições. As convenções para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto de 2016. Os pedidos de registro de candidatos devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações ao respectivo cartório eleitoral até às 19h do dia 15 de agosto de 2016.

Propaganda eleitoral
A campanha eleitoral foi reduzida de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, tendo início em 26 de agosto, em primeiro turno.

Títulos
O dia 4 de maio é a data limite para o eleitor requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio. Também é o último dia para o eleitor que mudou de residência dentro do município pedir alteração no seu título eleitoral e para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para Seção Eleitoral Especial.
Condutas vedadas
Três meses antes das eleições, a partir do dia 2 de julho, os agentes públicos ficam proibidos das seguintes condutas: Nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, remover, transferir ou exonerar servidor público, ressalvados os casos de: nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança; nomeação para cargos do poder Judiciário, do Ministério Público, dos Tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República; nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até 2 de julho de 2016; nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo; transferência ou remoção de militares, de policiais civis e de agentes penitenciário.

Comício
A partir do 16 de agosto, quando começa a propaganda eleitoral os candidatos, os partidos ou as coligações podem fazer funcionar, das 8 às 22 horas, alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos. Também os partidos políticos e as coligações poderão realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, das 8 às 24 horas, podendo o horário ser prorrogado por mais duas horas quando se tratar de comício de encerramento de campanha.

Curtas
Nesta sexta-feira, o governador Jackson Barreto visita o Agreste sergipano para entregar investimentos e inspecionar obras em Areia Branca, Nossa Senhora Aparecida, Carira e Itabaiana.  Juntos, os investimentos somam R$ 84.466.749.

Em Areia Branca, o governador Jackson Barreto entrega a reforma da Escola Estadual Pedro Gonçalves Diniz; em Aparecida será inaugurada uma quadra poliesportiva coberta na Praça Antônio Bispo.

O último município a receber a comitiva do Governo é Itabaiana, onde Jackson visita às obras do ginásio poliesportivo e da Rota do Agreste. Somados, os empreendimentos totalizam R$ 76.599.402.

Com 52 km de extensão a nova rodovia interligará a BR-235, na altura do povoado Rio das Pedras, em Itabaiana, à BR-101, no povoado Aningas, em Itaporanga D'Ajuda, passando também pelos municípios de Areia Branca e São Cristóvão.

O senador Valadares deverá ser o líder da bancada do PSB este ano. O partido faz rodízio na liderança entre os sete senadores.