Sem novidades

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Ontem, no final da tarde, pelo facebook, o ex-deputado federal Mendonça Prado fez um desabafo com relação a sua vida pessoal. Disse Mendonça: \"Durante todo o dia de ontem(26) estive arrebatado pela dilacerante dor da perda do meu amor. Alheio ao meu
Ontem, no final da tarde, pelo facebook, o ex-deputado federal Mendonça Prado fez um desabafo com relação a sua vida pessoal. Disse Mendonça: \"Durante todo o dia de ontem(26) estive arrebatado pela dilacerante dor da perda do meu amor. Alheio ao meu

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/01/2016 às 00:04:00

Ontem, no final da tarde, pelo facebook, o ex-deputado federal Mendonça Prado fez um desabafo com relação a sua vida pessoal. Disse Mendonça: "Durante todo o dia de ontem(26) estive arrebatado pela dilacerante dor da perda do meu amor. Alheio ao meu sofrimento e ao da família, alguém fez circular em vários grupos de whatsapp nota de que Viviane Santana, em vez de minha namorada, seria um "caso", em flagrante desrespeito à sua memória, a mim e de seus entes queridos. Esclareço que Viviane e eu estávamos separados dos respectivos cônjuges, ambos desimpedidos, mantendo nossa relação fora do conhecimento público para preservar nossa intimidade. Ela era uma profissional respeitada, mãe dedicada, uma mulher honrada, senhora do meu afeto, respeito e carinho. Fomos todos vítimas de uma fatalidade. Agradeço todas as manifestações de solidariedade e rogo encarecidamente reverência à memória de Viviane". Viviane, filha do dono do Cariri, morreu vítima de um infarto fulminante.

Sem novidades

Já está terminando o primeiro mês do ano e o quadro das eleições municipais em Aracaju continua o mesmo: três pré-candidatos a prefeito da capital da base aliada do governo Jackson Barreto - Valadares Filho (PSB), Edvaldo Nogueira (PCdoB) e Zezinho Sobral (PMDB) - e o pré-candidato a reeleição João Alves Filho (DEM).
Como já ocorria no ano passado, dificilmente a pré-candidatura da deputada estadual Ana Lúcia (PT) a prefeita deve vingar. Desgastado a nível nacional e sem a sua maior estrela sergipana Marcelo Déda, o PT hoje dificilmente tem condições de viabilizar uma candidatura cabeça de chapa competitiva. Sem falar que Ana Lúcia jamais terá o apoio do governador Jackson Barreto e aliados, além da simpatia da outra ala do partido.

No PT, o nome que pode emplacar, assim mesmo como pré-candidata a vice é o da ex-primeira-dama Eliane Aquino. Essa possibilidade não está descartada com Eliane podendo vir a ser a vice de qualquer um dos três pré-candidato a prefeito da base aliada do governo. Hoje existe uma possibilidade maior dela vir a ser vice de Zezinho Sobral, caso ele consiga aparecer bem nas pesquisas de intenções de votos que serão feitas após o carnaval.
A única novidade na virada do ano é a possibilidade concreta do senador Eduardo Amorim (PSC) vir a ser candidato a prefeito. A sua pré-candidatura pode ser definida no dia 15 de fevereiro, quando haverá a primeira reunião do ano do seu agrupamento político com o objetivo de discutir o seu nome para o pleito majoritário.

Apesar dessa possibilidade da candidatura de Eduardo Amorim, tem quem acredite que ele não será candidato pelo fato de correr o risco de ser derrotado e aumentar o seu desgaste político com uma segunda derrota consecutiva nas urnas, já que em 2014 perdeu a eleição para governador.
No entendimento de algumas lideranças a colocação do seu nome seria apenas para levar o prefeito João Alves a aceitar que o bloco indique o seu candidato a vice, com o interesse de ter o prefeito da capital em abril de 2018 pela quase certeza de que JAF renunciará ao mandato para disputar o Governo do Estado no caso de ser reeleito.

O grupo não gostou de ter apoiado a eleição de João Alves em 2012 e não ter indicado, sequer, um vigilante de escola. Com isso, a estratégia seria dar indícios de que o grupo terá mesmo um candidato competitivo e que tirará votos do prefeito por terem o mesmo perfil de eleitor.
Pelo andar da carruagem, o cenário político dificilmente será alterado.  Haverá definições apenas com relação a apoios. Definido mesmo o apoio do PSD a pré-candidatura de Valadares Filho e do SDD a pré-candidatura a reeleição de João Alves.
Vamos aguardar o carnaval passar e as águas de março chegarem para o afunilamento do processo sucessório em Aracaju...

2018
Informações chegadas à coluna dão conta que o ex-deputado estadual Marcos Franco (PMDB) pode ser o candidato do partido ao governo do Estado em 2018, com a simpatia do governador Jackson Barreto (PMDB). E que conversas nesse sentido estão ocorrendo.

Encontro
Ontem mesmo o empresário Marcos Franco almoçou com o deputado estadual Jeferson Andrade, que é presidente estadual do PSD. Foi no Radsson Hotel.

Lealdade
"Além do vice-governador Belivaldo Chagas (PSB), Marcos Franco não deixa de ser um nome na cartola de Jackson Barreto. Peemedebistas e JB admiram sua lealdade e a sua palavra, como o seu pai Antonio Carlos Franco. Sem falar que representa um nome novo e leve na política sergipana, pois só teve um único mandato de deputado estadual", afirmou à coluna a fonte.

O vencedor
O deputado estadual Venâncio Fonseca ganhou a queda de braço com o ex-deputado federal Mendonça Prado. O parlamentar vai continuar no comando do PP em Sergipe.

Crise
Ontem à tarde o governador Jackson Barreto conversou com o comandante da Polícia Militar, coronel Maurício Iunes, sobre a crise na polícia entre ele e o secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado. Iunes teria reafirmado a sua intenção de não querer mais permanecer no comando da PM. Hoje à tarde a conversa de JB será com Mendonça.

Ponto de vista 1
Para um aliado do governador, não tem mais clima para os dois continuarem no comando da polícia em Sergipe. "Ou sai Iunes ou sai Mendonça ou saem os dois. Como está é que não pode ficar, pois o único prejudicado é o povo", avalia.

Ponto de vista 2
Em conversa com a coluna, um oficial da Polícia Militar disse que teme uma crise na PM se Iunes perder o comando. "O coronel Iunes é um líder, respeitado, vai para a linha de tiro, coloca o colete e vai prender bandido. Se ele deixar o comando pode voltar o aquartelamento e a tolerância zero", afirmou o tenente, lembrando que com o parcelamento do 13º salário nenhum membro da corporação se manifestou publicamente contrário em respeito ao comandante.

Especulação
Com essa crise na polícia especula-se o nome do coronel Luis como o mais provável para o lugar de Maurício Iunes e do delegado João Batista para o lugar de Mendonça Prado.

Temor
Um aliado do governador afirmou ontem à coluna que teme que o coronel Luis não agregue a polícia, caso venha a ser nomeado o novo comandante da PM. "Ele trabalhou no gabinete com o coronel Iunes e foi Iunes quem o colocou como comandante da capital".

Na Alese 1
Os deputados estaduais aprovaram ontem em sessão extraordinária, sem qualquer polêmica, Projeto de Lei do Poder Executivo que autoriza a renegociação da dívida com a União no valor em torno de R$ 900 milhões, que vai reduzir a taxa de juros e débitos. A aprovação do projeto permitirá que o Estado diminua despesa em torno de R$ 2 milhões mês.

Na Alese 2
Também foi aprovado ontem pelos deputados o Decreto Legislativo que autoriza o governador Jackson Barreto a se ausentar do Estado e do país por 45 dias alternados ou seguidos, em qualquer situação, durante este ano de 2016.

Presentes
Um total de 17 dos 24 deputados estaduais atendeu ontem a convocação extraordinária nesse período de recesso parlamentar. São eles: Luciano Bispo (PMDB), Francisco Gualberto (PT), Venâncio Fonseca (PP), Gustinho Ribeiro (PSD), Ana Lúcia (PT), Gilson Andrade (PTC), Padre Inaldo (PC do B), Georgeo Passos (PTC), Luciano Pimentel (PSB), Zezinho Guimarães (PMDB), Garibalde Mendonça (PMDB), Maria Mendonça (PP), Robson Viana (PMDB), Capitão Samuel (PSL), Antônio dos Santos (PSC), Silvia Fontes (PDT) e Vanderbal Marinho (PTC).

Isenção de ITR 1
Aprovado em 15 de dezembro pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), em turno suplementar, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 202/2015 prevê a isenção do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) de imóveis localizados à margem do Rio São Francisco, de seus afluentes e de suas nascentes. O requisito para essa isenção é que esteja preservada ou em processo de recomposição a vegetação das áreas de preservação permanente.

Isenção de ITR 2
Por ter sido aprovado em decisão terminativa, o projeto poderá ser enviado diretamente à Câmara dos Deputados até 5 de fevereiro se não houver recurso para votação em Plenário. De autoria do senador Otto Alencar (PSD-BA), o projeto recebeu um substitutivo do relator, senador Walter Pinheiro (PT-BA).

Veja essa...
Do presidente estadual do PSD, deputado estadual Jeferson Andrade, ao ser questionado ontem pela imprensa, na Assembleia Legislativa, por que não compareceu ao anúncio do seu partido de apoio a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) a prefeito de Aracaju: "Não fui porque não quis. Estava em casa deitado".

Curtas
Do deputado estadual Venâncio Fonseca ontem, na comissão da Assembleia presidida por Francisco Gualberto, ao reencontrar o colega parlamentar Garibalde Mendonça barbudo: "O deputado Garibalde o copiou até na barba para ficar parecido com vossa excelência {Gualberto}". Todos sorriram.

Após o carnaval, no dia 15 de fevereiro, os deputados estaduais retornam a Assembleia Legislativa para o início dos trabalhos legislativos deste ano.

No Congresso Nacional, o início dos trabalhos legislativos de 2016 será já na próxima semana.

Dois parlamentares sergipanos estarão disputando a liderança dos seus partidos no Congresso: o deputado federal André Moura vai disputar permanecer como líder do PSC na Câmara e o senador Valadares vai concorrer a liderança do PSB no Senado.

O artista plástico Bosco Rolemberg é quem presta depoimento hoje à Comissão Estadual da Verdade. A partir das 9 horas, no Museu da Gente Sergipana.