Tempo de calmaria

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/12/2015 às 10:07:00

A partir de hoje deveremos viver um momento de calmaria na política sergipana e nacional, não somente pelo período natalino, mas por conta do recesso parlamentar. A Assembleia Legislativa entrou em recesso no dia 15, o Senado Federal no dia 17, a Câmara Municipal de Aracaju no dia 21 e ontem, finalmente, começou o recesso da Câmara Federal.
Com o Congresso Nacional em recesso não terá qualquer deliberação até o dia 2 de fevereiro. Com isso, o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff ficará paralisado por mais de um mês. Nas últimas semanas o governo vinha defendendo a suspensão do recesso para acelerar o andamento do processo.
No entanto, apesar dos apelos de ministros e de Dilma por celeridade, nem a petista nem os presidentes do Senado e da Câmara propuseram a convocação do Congresso em janeiro. Pela legislação, o fim do recesso só pode ser proposto pelo presidente da República ou por ato conjunto dos presidentes das duas Casas legislativas.
Em Sergipe, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Municipal de Aracaju, também não deverá haver convocação extraordinária. Até o momento não se tem conhecimento que tanto o governador Jackson Barreto (PMDB) quanto o prefeito João Alves Filho (DEM) tenham algum projeto relevante para ser votado no começo do ano.
João Alves conseguiu fazer com que os trabalhos legislativos de 2015 fossem encerrados na Câmara somente na última segunda-feira, 21, ao invés do dia 15 de dezembro, apenas para encaminhar o projeto de lei propondo o aumento da tarifa do transporte urbano em Aracaju em cerca de 15%. Junto com ele, enviou mais oito projetos, entre eles o da antecipação de royalties e de empréstimo junto ao BID para construção da nova avenida Perimetral Oeste.
Trocando em miúdos, com as férias e viagem dos parlamentares, somado ao espírito natalino e as festividades de final e início de ano, teremos um período de calmaria na política sergipana e nacional.
Deve-se dar uma trégua ao Fora Dilma, Fora Cunha, 13º salário parcelado do servidor, salário atrasado e escândalo das verbas de subvenção social da Assembleia Legislativa. Serão 40 dias de calmaria...

De volta
Por decisão judicial, o prefeito Albino Neto (Porto da Folha) reassumiu ontem o cargo. Ele foi afastado da prefeitura no último dia 18 de dezembro por decisão judicial de primeira instância por um prazo de 30 dias por falta de pagamento de insalubridade aos agentes de saúde do município. Nos últimos cinco dias comandou o município o vice Chico do Minador.

Alfinetada 1
Ontem, durante visita às obras de reforma e ampliação do Centro de Convenções de Sergipe, o governador Jackson Barreto (PMDB) voltou a falar sobre a crise econômica e a criticar a oposição por só "pensar negativo". Disse que ele é sempre otimista, acredita que o país e Sergipe vão sair da crise e que o pessimista sempre "quebra a cara".

Alfinetada 2
Jackson criticou diretamente o senador Eduardo Amorim (PSC) por conta das suas várias acusações contra o governo. Chegou a dizer que o parlamentar se parecia com o "Mister Been" e que não leva a sério nada do que ele diz. Enfatizou que o senador é muito despreparado e que a única forma que encontrou para aparecer é criticando o governo.

Alfinetada 3
Mais cedo, na emissora de rádio de propriedade do empresário Edivan Amorim, a Ilha FM, o governador não poupou críticas ao irmão senador Eduardo Amorim. Falou da "semelhança com o Mister Been, que ele é muito despreparado, que ver nas suas críticas um pouco de isolamento político e dor de cotovelo".

Ponto de vista
De JB sobre as críticas ao governo: "Falar, reclamar, criticar o governador é um ato que falta solidariedade. Em um momento difícil, todos precisamos ajudar! A resolução da crise política será determinante para ajudar na crise econômica que estamos vivendo."

Sem ditadores
Jackson Barreto, que foi preso e torturado durante a ditadura militar junto com alguns companheiros que lutavam pela democracia, disse ontem à imprensa que vai mudar o nome das escolas que têm o nome de ditadores. Entre as unidades escolares do estado que tem nome de ditador estão o Colégio Estadual Emílio G. Medici e Colégio Estadual Castelo Branco.

Encontro
O prefeito Fábio Henrique (PDT/Nossa Senhora do Socorro) e o deputado federal Jony Marcos (PRB), que é pré-candidato a prefeito em Socorro em 2016, tiveram um encontro na última segunda-feira à noite. Foi o suficiente para começar a especular que o também pré-candidato a prefeito do município, o secretário de Transportes, Klewerton Siqueira, venha a ser o vice de Jony.

Lançamento
No último final de semana, durante uma confraternização, Fábio Henrique chegou a lançar o nome de Klewerton como o seu pré-candidato a prefeito. E quem trabalha para indicar o vice é o ex-prefeito Tonho da Caixa, que deseja emplacar a sua mulher, a ex-deputada estadual Elma Paixão.

Prioridades do PRB
A eleição de Jony Marcos em Socorro é estratégica para o PRB, que deseja lançar em 2018 o pastor e prefeito Heleno Silva (Canindé do São Francisco) candidato ao Senado. A meta do partido, que é forte no sertão, é se fortalecer na grande Aracaju elegendo o prefeito de Socorro (Jony), dois vereadores na capital (professor Anderson Gois e o pastor Alves), um vereador em São Cristóvão e um vereador na Barra dos Coqueiros.  
Será?
Informações chegadas à coluna dão conta que o ex-deputado estadual Zé Franco (PSDB) vem conversando muito com o deputado estadual Padre Inaldo (PCdoB), que como ele é pré-candidato a prefeito de Socorro em 2016. E que ele teria dito a aliados, na Praia do Forte, que pode até ser vice só para derrotar o seu ex-amigo e ex-aliado Fábio Henrique.

Nota
O Diretório Estadual do PT e o Diretório Municipal de Aracaju saíram ontem com nota pública de repúdio ao "abusivo aumento da tarifa de ônibus em Aracaju". Na nota, o partido critica o prefeito por promessas não cumpridas de campanha e pelo rebaixamento da cidade da qualidade de vida. E diz que Aracaju precisa voltar a ser bem cuidada.

Sem 13º
Muitos servidores públicos municipais vão passar o Natal sem o 13º salário. Entre as prefeituras que não pagaram o 13º a de Itaporanga D´Ajuda, Estância e Aquidabã.
Confraternização 1
Secretários de Estado, presidentes de órgãos do Estado, deputados estaduais e deputados federais participaram ontem da confraternização do governo, realizada a partir das 17h, no Palácio Museu Olímpio Campos. Entre os presentes o presidente da Assembleia Legislativa Luciano Bispo (PMDB), o presidente do TCE Clóvis Barbosa, os deputados federais Valadares Filho (PSB) e Fábio Mitidieri (PSD), os deputados estaduais Garibalde Mendonça (PMDB) e Luiz Mitidieri (PSD), o ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e os anfitriões Jackson Barreto e Belivaldo Chagas.

Confraternização 2
O clima foi mesmo de confraternização com um coquetel, apresentação da Orquestra Sinfônica e Coral do PMDB. O evento encerrou por volta das 17h30.

Ponto facultativo
Hoje é ponto facultativo para servidores públicos do Estado e da Prefeitura de Aracaju, através de decreto baixado pelo governador Jackson Barreto e o prefeito João Alves respectivamente. Dia 31 também será ponto facultativo.

Veja essa...
Do teólogo Leonardo Boff em defesa do cantor e compositor Chico Buarque pela agressão de jovens ricos no Rio de Janeiro em razão da defesa ao PT: "Os riquinhos que insultaram Chico Buarque são tão pobres, mas tão pobres, que só possuem dinheiro no bolso e nada na cabeça. É um vazio puro".

Curtas
O conjunto habitacional de casas populares que o governo entregará no bairro Porto Dantas se chamará Senador José Eduardo Dutra. É uma homenagem pessoal do governador Jackson Barreto ao político carioca, que morou em Sergipe e morreu em outubro deste ano.

O secretário João Augusto Gama (Planejamento, Orçamento e Gestão) e assessores visitaram ontem o conselheiro Clóvis Barbosa, presidente empossado do TCE. Na reunião foi apresentado a Execução Orçamentária de 2015 e discutido questões sobre as dificuldades que o Estado e o Brasil passam na área financeira.
Tanto Clóvis deixou o Tribunal de Contas do Estado à disposição quanto Gama deixou o Governo aberto para qualquer informação desejada pelo conselheiro.

Esta semana Clóvis foi responsável por uma polêmica declaração à imprensa, em meio às críticas sobre parcelamento do 13º salário dos servidores e das fundações de saúde: "Dinheiro tem. O que falta é gestão".

O deputado estadual Robson Viana (PMDB) deve lançar o irmão César Viana candidato a vereador de Aracaju em 2016. César está sempre presente em eventos ao lado do irmão, estando, inclusive, na linha de frente do Rasgadinho.