Filiações partidárias

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/09/2015 às 09:12:00

Falta exatamente uma semana para o prazo final de filiação partidária daqueles que pretendem disputar mandato eletivo nas eleições municipais de 2016. Com o afunilamento do prazo, vai intensificar o troca-troca de partido.
Ontem de manhã o vereador Emerson Ferreira deixou o PT para se filiar à Rede Sustentabilidade, idealizado pela ex-senadora Marina Silva, cujo seu registro foi, finalmente, reconhecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em sessão na terça-feira à noite.
Emerson deixa o PT sem correr qualquer risco de perda do mandato por infidelidade partidária, pelo fato da legislação eleitoral permitir a troca de filiação para uma nova legenda, como é o caso da Rede, o 34º partido criado no país.  
Já três vereadores de Aracaju esperam a "janela partidária" para deixar suas legendas para não correrem o risco de perda do mandato: Nitinho (DEM), Adriano Taxista (PSDB) e Agnaldo Feitosa (PR).
Na Assembleia Legislativa três deputados também estão à espera da "janela partidária" para se filiarem a outros partidos: Augusto Bezerra (DEM), Gustinho Ribeiro (PSD) e Capitão Samuel (PSL).
Vários prefeitos e ex-prefeitos vão deixar seus partidos até a próxima semana: o prefeito Lila Fraga (Lagarto), que deixará o PSDB para ingressar provavelmente no DEM, e o ex-prefeito Jerônimo Reis, ex-DEM, que vai para o PMDB. Ainda tem o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, que está para deixar o ninho tucano e voar para o PROS ou SD.
Já deixou o PHS para se filiar ao PT, o ex-vice-prefeito de Poço Redondo, Gerino Alves Costa. O advogado Carlos Felizola, genro do governador em exercício Belivaldo Chagas, saiu do PSB e se filiou ao PMDB. Pode ser candidato a prefeito em Simão Dias.
Nesse período que antecede ao fim do prazo para filiação partidária, o que se vê também são muitos dirigentes de partidos convidando parlamentares a deixar a legenda, visando a sua reestruturação para as eleições do ano tendo nos quadros pessoas que fazem parte do projeto político.
Esta semana o presidente estadual do SD, deputado federal Laércio Oliveira, convidou a deixar o partido o vereador de Lagarto, Carlos da Brasília. Recentemente fez a mesma coisa o Diretório Municipal do PSB em Nossa Senhora do Socorro, com os vereadores do partido Vagnerrogeris Lima e José Hilton dos Santos.
O presidente estadual do PDT, prefeito Fábio Henrique, fez intervenção no Diretório Municipal de Simão Dias. Tirou o partido do comando da família Valadares e entregou o projeto a Melival Santana. Dois vereadores já saíram da legenda: Déde do Pastinho e Zé Carlos. Um deles deve ir para o PMDB.
Tem muita coisa acontecendo nos bastidores da política. Até 02 de outubro pode haver surpresas com relação às filiações.

Na ordem do dia 1
Deve estar na pauta de hoje do pleno do Tribunal de Contas do Estado parecer dado pelo conselheiro Clóvis Barbosa a dois processos. Um que trata do bloqueio das contas da Prefeitura de Aracaju com relação à questão do lixo domiciliar e outro sobre o pedido da Empresa Torre da suspensão da licitação do lixo na capital, pela Prefeitura de Aracaju, marcado para a próxima segunda-feira, 28.

 Na ordem do dia 2
No processo que trata do bloqueio das contas da PMA, Clóvis acatou ontem a proposta de acordo feita entre a Prefeitura e a Torre para o pagamento pelo serviço da coleta de lixo: pagar mensalmente o serviço executado diariamente e em 15 parcelas os débitos anteriores.   

Socorro
O deputado estadual padre Inaldo (PCdoB) tem dito a amigos que é pré-candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro e não abrirá mão disso. Ressalta, inclusive, que já trabalha nessa direção. Em sendo assim, cai por terra o sonho do ex-prefeito Zé Franco de ser candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro pelo PSDB, tendo o padre como candidato a vice ou até mesmo como aliado.

Lagarto
A presidente da Câmara Municipal de Lagarto, Marta da Dengue (PP), pode ser pré-candidata a vice-prefeita de Lagarto pelo bloco da base aliada dos Reis. Seu nome já está sendo cogitado como vice do grupo Saramandaia.

Sem conversa
Informações chegadas à coluna dão conta que o ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) teria conversado com o senador Eduardo Amorim (PSC) sobre as eleições municipais de 2016. À coluna Edvaldo nega qualquer diálogo nesse sentido com Eduardo. "A última vez que estive com o senador foi no período de conversa política, após rompimento com Déda {então governador Marcelo Déda} há cerca de 3 anos. Só o encontro hoje em eventos sociais", garante.

Ponto de vista
Edvaldo continua firme no seu projeto de ser candidato a prefeito de Aracaju em 2016. Reconhece o direito da pré-candidatura de todos os aliados do governador Jackson Barreto (PMDB) a prefeito de Aracaju. "Até o momento vamos conseguindo unificar forças. Pode ser que não saiam todos juntos, mas a maioria vai sair aliada. João Alves é um candidato forte, mas temos esperança que vamos derrotá-lo em 2016 pela sua péssima administração".  

Fogo adversário 1
Não poupa críticas a administração do seu sucessor. "A população está decepcionada e frustrada com o governo de João Alves. A cidade está suja, desarrumada. Ele é o prefeito que mais aumentou impostos e as obras que vem executando foram as que deixei. Cadê o BRT, estacionamento garagem no centro, nova avenida ligando Socorro a zona de expansão, a urbanização da cidade e o fim para o problema da saúde em seis meses?", questiona Nogueira.

Fogo adversário 2
"João Alves vendeu a folha da prefeitura, aumentou de forma absurda o IPTU, criou a taxa de iluminação pública e ainda diz que a prefeitura está quebrada. Não fala que torrou mais de R$ 40 milhões em cargos de comissão", alfineta o ex-prefeito.

Homenagem
Durante a Conferência Ethos 360º realizada ontem à noite em São Paulo, a ex-primeira dama Eliane Aquino recebeu o Prêmio do Objetivo de Desenvolvimento do Milênio (ODM) destinado ao ex-governador Marcelo Déda "in memorian" pelo trabalho à frente do projeto de reurbanização da Coroa do Meio, quando substituiu palafitas por casas de alvenaria, fez recuperação do mangue e realização de programas de geração de emprego e renda para a comunidade da região.

Assédio
Eliane Aquino permanece assediada politicamente por vários partidos da base aliada do governador Jackson Barreto para que se filie a legenda e venha a ser pré-candidata a prefeita de Aracaju em 2016 ou a vice. A vontade política de JB é que a ex-primeira dama seja candidata à vice de um candidato de consenso do seu agrupamento político.

No mesmo lugar
Existe uma forte tendência de Eliane permanecer no PT, apesar dos conflitos com os atuais dirigentes. Para a própria ex-primeira dama ela pertence ao PT de Marcelo Déda. Tem até o dia 02 de outubro para tomar uma decisão.

Veja essa...

Os padres da Igreja Católica Brasileira Anselmo Silva e Egmar Gonçalves Silva, que residem em Aracaju, estão sendo processados (nº 9310-21.2012.4.01.3500) por estelionato majorado e execução extrajudicial pela 5ª Vara da Justiça Federal do estado de Goiás. Anselmo é conhecido no Estado por promover denúncias públicas contra o funcionamento de pousadas no centro da capital e por criticar parlamentares estaduais e federais por destinarem dinheiro da subvenção social e emenda parlamentar, respectivamente, para recuperação da Catedral Metropolitana que pertence a Arquidiocese de Aracaju, fundamentando-se em Leis que qualificam o Estado como "Laico".

... e essa ...
Em 2002, o MPF denunciou os padres e mais três pessoas envolvidas em esquema fraudulento de desvio de verba pública do Ministério da Saúde em convênio com a Unesco. Segundo a denúncia, os dois eram responsáveis pela Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Goiandira-GO, e conseguiram financiamento de R$ 164 mil pelo Programa Nacional DST/AIDS do Ministério da Saúde em convênio com a Unesco, para o projeto "Jovens Conscientes", que em tese, seria desenvolvido em oito municípios da região centro-sul do país, sendo quatro do estado de Goiás e quatro de Minas Gerais, mas a aplicação do projeto ficou só no papel.

Curtas

O presidente do Diretório Municipal do PT, vereador Emmanuel Nascimento, foi quem assinou ontem o pedido de desfiliação do vereador Emerson Ferreira do partido, que está em segundo mandato na Câmara Municipal.

Com a saída de Emerson do PT, a legenda fica apenas com dois vereadores na Câmara Municipal de Aracaju: Iran Barbosa e o próprio Emmanuel.

Em discurso ontem na Câmara, o vereador disse que já estava envolvido há três anos com a criação da Rede. "É mais um desafio. O de consolidar uma nova alternativa política para o país, para o estado e para os municípios", afirmou, enfatizando o descrédito dos partidos e da classe política no Brasil devido ao nepotismo e a corrupção, e que o seu novo partido vai construir uma nova política.

Foi aprovado na tarde de ontem o relatório da MP 676/2015, que trata dos Planos de Benefícios da Previdência Social, da qual o senador Eduardo Amorim (PSC-SE) foi presidente. A MP obteve 184 emendas, provenientes das várias audiências públicas para discutir a proposta que criou uma nova fórmula de cálculo da aposentadoria.