João se prepara para tentar a reeleição

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/02/2015 às 00:26:00

No meio do seu mandato o prefeito João Alves Filho (DEM) fez uma reforma administrativa visando não só economizar mais de R$ 2 milhões ao mês com a fusão da Emurb e Emsurb, a extinção de duas secretarias especiais e fim dos cargos de secretário-adjunto. Mas também para reestruturar a máquina pública do município de Aracaju.
Com a reforma feita no início deste ano o prefeito centrou poder nas mãos de cinco pessoas da sua mais inteira confiança: Luiz Durval (Infraestrutura), Luciano Paz (Saúde e Finanças), Marlene Calumby (Governo), Igor Moraes (Planejamento e Orçamento) e Eduardo Marques (Meio Ambiente).

O Luciano Paz continua acumulando Finanças e Saúde; o Igor, que era secretário de Planejamento, incorporou uma Coordenadoria-Geral de Desenvolvimento Urbano; Eduardo Marques, que cuidava somente do Meio Ambiente vai cuidar do lixo da capital; Luiz Durval, que cuidava da infraestrutura, teve incorporado à sua pasta as coordenadorias de Obras Públicas e a Habitação de Interesse Social; Marlene Calumby, além das coisas do governo, vai responder pela Funcaju.
O presidente da Emsurb, Edson Leal, deve fazer parte deste staff.  É ele quem deve passar a comandar a Emurb, que incorporou a Emsurb.

Essas mudanças feitas pelo prefeito João Alves, que ainda aumentou o orçamento da Secretaria Municipal de Comunicação para R$ 10 milhões, levam a crer que ele está se estruturando para a reeleição em 2016.
Ele querer se estruturar para a campanha eleitoral e administrar o município com Luiz Durval, Igor Moraes, Luciano Paz, Marlene Calumby, Eduardo Marques e Edson Leal.
Essa equipe vai ter que trabalhar muito, pois João Alves aparece em último lugar em uma pesquisa de intenções de voto que está nas mãos do governador Jackson Barreto (PMDB) desde a sexta-feira da semana passada.  A rejeição a sua administração é grande por não ter conseguido cumprir com as promessas de campanha, principalmente a relacionadas a melhoria da saúde e da mobilidade urbana.

Reunião
Neste final de semana os dirigentes do PRB vão se reunir para definir os nomes que o partido vai indicar para comandar o Sergipetec, Fapitec , ITPS e Jucese. Essas empresas são vinculadas a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciências e Tecnologia que a legenda comanda desde a última terça-feira quando foi empossado para o cargo de secretário o advogado Chico Dantas.

Jucese
Especula-se que o suplente de vereador Anderson Gois possa vir a comandar a Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese). Ele é filiado ao PRB.
Visita
O deputado federal Jony Marcos (PRB) já retornou de Brasília e visitou ontem o correligionário Chico Dantas, na Sedetec. Foi se inteirar das ações e estrutura da pasta que o seu partido comandará.

2º escalão
O governador Jackson Barreto ainda não concluiu a formação do segundo escalão do seu governo. Entre os órgãos que falta definir os gestores está a Segrase, cujo cargo de diretor-geral permanece vago desde a saída de Jorge Carvalho para a Secretaria da Educação, e a Adema, que pode permanecer com Wanderlê Correia.

Candidatissimo
Do deputado estadual Valmir Monteiro (PSC) ao ser questionado pela coluna se será candidato novamente a prefeito de Lagarto no próximo ano: "Não mando em mim, quem manda é o povo e meus correligionários".

Entendimento
Na eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o biênio 2015/2016, Valmir admitiu à coluna que havia sido feito um acordo com o então candidato a presidente do Poder Legislativo, Gustinho Ribeiro (PSD), no sentido de que ele apoiaria sua candidatura ao comando da Alese e Gustinho viria a apoiá-lo para prefeito em 2016, indicando o vice.

Disciplinado
O vice-presidente Garibalde Mendonça (PMDB) disse à coluna que desistiu da sua candidatura a presidente da Assembleia depois que o governador Jackson Barreto e o seu partido fecharam com o nome de Luciano Bispo. "Sou partidário. Pensava que podia ser o nome de consenso, mas o nome de consenso foi o de Luciano".

Subvenções 1
Em entrevista que concedeu ontem ao programa de George Magalhães, o presidente da Assembleia, Luciano Bispo, admitiu que o ex-presidente Zé Franco (PDT), mandou pagar a ele mesmo o que restava receber das verbas de subvenções. Em 2014, cada deputado teve direito a receber R$ 1,5 milhão das verbas de subvenções.

Subvenções 2
Na entrevista que concedeu ontem ao jornalista André Barros, a 2º secretária da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, Goretti Reis (DEM), disse ser favorável a manutenção das subvenções. Explicou ser a favor da existência, mas acredita ser necessário discutir com Tribunal de Justiça e Ministério Público formas transparentes para o repasse dessa verba. "É preciso entender que existem entidades que não conseguem sobreviver e prestar serviços às comunidades sem esse auxílio. Ele é fundamental para a continuidade de ações importantes nessas comunidades e traz melhorias para nosso Estado", avalia
Socorro
A expectativa em Nossa Senhora do Socorro é se Zé Franco será candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro em 2016 ou apoiará o deputado estadual eleito Padre Inaldo (PCdoB), que foi bem votado para prefeito do município em 2012. A amigos, o prefeito Fábio Henrique (PDT), que já foi reeleito, tem dito que prefere que o seu candidato venha a enfrentar nas urnas Zé Franco, porque o povo já o conhece como gestor, que o padre Inaldo.

Codise
Como a coluna já noticiou, o ex-deputado federal Sérgio Reis (PMDB) assumiu a presidência da Codise na última terça-feira e, desde então, passa o dia se inteirando dos projetos e ações da companhia.

Festa petista
O PT fez festa ontem, em Belo Horizonte, para comemorar os 35 aos de sua fundação. O ato contou com as presenças da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula. Nenhum petista de Sergipe marcou presença.

O relator
A Câmara Federal aprovou está semana, em segundo turno,  a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 197/12, do Senado, que fixa novas regras para incidência do ICMS nas vendas de produtos pela internet ou por telefone. O relator da matéria foi o ex-deputado federal Márcio Macêdo (PT), que comemora o fato do Estado de Sergipe ser um dos principais beneficiados pela nova legislação.

CPI 1        
Em apenas quatro dias de nova legislatura, a Câmara dos Deputados já tem uma lista de espera para a criação de comissões parlamentares de inquérito. Além da CPI da Petrobras, que deve ter seus membros indicados até a próxima semana, outras sete estão em análise pela Secretaria-Geral da Mesa, devendo ter seu futuro definido até a próxima semana. De acordo com o regimento interno da Casa, só podem funcionar cinco comissões de forma simultânea. A do sistema elétrico, apresentada hoje pela oposição, é a última da lista.

CPI 2
Os pedidos de CPI: Pesquisas Eleitorais, Planos de Saúde, Petrobras, Violência no Brasil, Morte de Jovens Negros, Sistema Carcerário Brasileiro, Máfia das Ortéses e Protéses e  Sistema Elétrico.

Veja essa...
Chegou à coluna a informação que o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PSC), tem como seu principal articulador de comunicação o mecânico de moto conhecido como Luizão Moto".

Curtas
Do novo líder da oposição na Assembleia Legislativa, Capitão Samuel (PSL), ao ser questionado como será substituir o deputado Venâncio Fonseca (PP) na liderança da oposição: "Não vou cometer o mesmo erro de Maradona, que quis ser maior que Pelé".

O reitor da UFS, Angelo Antoniolli, ofereceu café da manhã ontem a nova bancada federal de Sergipe e aos que não foram reeleitos como  reconhecimento aos recursos encaminhados no sentido de auxiliar a universidade na consecução de seus objetivos.

Participaram do café da manhã o senador Eduardo Amorim, os deputados federais Valadares Filho, André Moura, João Daniel, Pastor Jony e os ex-deputados Márcio Macedo e Rogério Carvalho.

Na manhã de ontem Eduardo Amorim acompanhou o ex-vereador de Boquim, Jeferson Trindade, em uma audiência com o gerente executivo do INSS em Sergipe, Roberto Melo. Na pauta, as obras paralisadas de algumas agências do órgão em Boquim, Itaporanga d'Ajuda, Simão Dias e Nossa Senhora do Socorro.

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 8323/14, do Senado, que estabelece prazo máximo de 30 dias para o pagamento da indenização pela seguradora no caso de morte ou invalidez permanente do segurado. A proposta acrescenta artigo ao Decreto-Lei 73/66, que trata do Sistema Nacional de Seguros Privados.

O jornalista Luiz Eduardo Costa assumiu a assessoria especial para o Semiárido e o Baixo São Francisco. O órgão funciona na antiga sede da Ouvidoria Geral do Estado, que foi comandada por LEC nos últimos oito anos.