Prazo está acabando

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 02/08/2014 às 01:39:00

Os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) do país têm até a próxima terça-feira, 05, para julgar todos os registros de candidaturas nas eleições deste ano. Assim sendo, na pauta de ontem do TRE de Sergipe começaram a ser julgados os pedidos de candidaturas expressivas da política sergipana e com possibilidade de indeferimento do registro.

Teve pedidos de vista do processo do candidato a deputado federal Bosco Costa (PROS) e do candidato a deputado estadual Luciano Bispo (PMDB), os dois da coligação do candidato a governador Jackson Barreto (PMDB). A juíza Maria Angélica França e Souza pediu vistas dos autos, após o relator Cristiano José Macedo Costa ter votado pela procedência da impugnação e pelo indeferimento do registro da candidatura de Bosco, pedido pelo Ministério Público Eleitoral por rejeição de contas públicas.   

O Tribunal, com unanimidade, rejeitou as preliminares suscitadas no processo pedindo a inelegibilidade da candidatura de Luciano Bispo por rejeição de contas públicas e improbidade administrativa. Em seguida, analisando questão de ordem, a Corte Eleitoral, com unanimidade, entendeu pela inexistência de impedimento do juiz Fernando Escrivani Stefaniu, decorrente de sua atuação no feito que tramitou perante a Justiça Federal e que gerou a condenação de Luciano mencionada na impugnação em análise.
No mérito, após o voto do juiz relator Ricardo Múcio, pela improcedência da impugnação e pelo deferimento do registro de candidatura do ex-prefeito de Itabaiana, o juiz Escrivani pediu vista dos autos. Foi o Ministério Público Eleitoral e a Coligação Digo Sim a Sergipe (PP / PTB / PSL / PSC / PR / DEM / PT do B/PTC/SDD/PSDB) que pediram a impugnação de Luciano.

Ainda ontem, os membros do TRE, por unanimidade, indeferiram o pedido de registro dos candidatos a deputado estadual  da coligação de Eduardo Amorim: Sergio Ricardo Dantas Santos, Givanildo Batista da Silva e Osmailda Rodrigues Farias Souza, da Coligação Digo Sim a Sergipe (PP / PTB / PSL / PSC / PR / DEM / PT do B / PTC / Sd / PSDB). O impugnante foi o ministério Público Eleitoral
O pleno do TRE julgou improcedente o pedido de impugnação e deferiu o registro de candidatura de Reinaldo Moura a deputado estadual pela Coligação Agora É a Vez do Povo (PT / PDT / PSB / PMDB/ PC do B / PRP / Pros / PSD / PRB/PSDC). O pedido de impugnação da sua candidatura foi feito pela Coligação Agora É a Vez do Povo (PT / PDT / PSB / PMDB / PC do B / PRP / Pros / PSD / PRB / PSDC).
Na sessão houve ainda o pedido de adiamento, para o dia 4 de agosto, do processo de inelegibilidade do candidato a deputado estadual Cesar Mandarino, da Coligação Digo Sim a Sergipe (PP / PTB / PSL / PSC / PR / DEM / PT do B / PTC / Sd / PSDB). O impugnante é o Ministério Público Estadual, por rejeição de contas públicas como ex-prefeito de Itaporanga d´ Ajuda.

Na próxima segunda-feira está na pauta do TRE o pedido de impugnação do candidato a reeleição de deputado federal André Moura, da coligação de Eduardo Amorim: Sergipe Meu Amor (PP / PTB / PSL / PSC / PR / PPS / DEM / PHS / PTC / PV / PSDB / Pen / PT do B / Sd). Os impugnantes são o Ministério Público Eleitoral e a Coligação Agora É o Povo (PT / PSD / PC do B / PRTB / PDT / PRP / Pros / PSDC / PMDB / PSB / PRB).
Devem entrar na pauta de julgamento do dia 5, último dia para julgamento dos registros dos candidatos: o pedido de impugnação do candidato a vice de Eduardo Amorim, o empresário Augusto Franco Neto (PSDB), assim como do candidato a deputado federal Adierson Monteiro (PSDB) e os candidatos a deputado estadual Edvan Amorim (PTB) e Gilmar Carvalho (SDD). Além dos dois candidatos a senador da coligação de Jackson Barreto, Gilberto dos Santos e Ivan Leite.
Esses julgamentos promete ... 

Inaugurado
Lideranças políticas da capital e interior, assim como os candidatos da coligação e sua militância, compareceram ontem à noite a inauguração do comitê eleitoral do candidato a governador da coligação "Agora Sim", Eduardo Amorim. A expectativa é que com a inauguração do comitê, denominado de Central 20, o candidato majoritário coloque, realmente, o bloco na rua.

Será?
Voltou a circular ontem nas redes sociais, com mais intensidade, que a senadora Maria do Carmo Alves (DEM), mesmo liderando as pesquisas de intenções de voto, desistirá de disputar a reeleição pela dificuldade de apoio político e pelos problemas familiares por conta da aliança com Eduardo Amorim. Fala-se que o adversário Rogério Carvalho (PT), da coligação de Jackson Barreto, obtém o apoio da maioria dos prefeitos e  lideranças políticas.

O substituto
Foi divulgado ainda que ocorreria uma reunião ontem entre Maria do Carmo, o ex-governador Albano Franco e Leonor Franco para discutir este novo cenário. Com isso, haveria duas opções: ou o empresário Ricardo Franco (PTB), 1º suplente de Maria do Carmo, seria o candidato a senador ou o nome pode ser o do deputado estadual Adelson Barreto (PTB), que é candidato a deputado federal.

A estratégia
No caso do nome ser o de Adelson Barreto, seria formalizado um acordo para ele ser o candidato a prefeito de Aracaju em 2016 com o apoio do grupo. Isso porque no caso dele ser eleito senador e depois prefeito de Aracaju, Ricardo Franco seria o senador por seis anos. Adelson sempre desejou disputar o Senado.

Ponto de vista
O secretário-geral do DEM, o deputado estadual e candidato a reeleição Augusto Bezerra, disse ontem à coluna que não acredita na possibilidade de Maria do Carmo desistir de disputar a reeleição. Entende que isso não faz sentido, principalmente pelo fato dela liderar as pesquisas e, pela Vox Populi, está com 53% das intenções de voto contra 10% de Rogério Carvalho.

Dia D
O presidente estadual do PSB, deputado federal e candidato à reeleição, Valadares Filho, afirmou ontem à coluna que na próxima segunda-feira o partido deve se reunir para decidir pelo pedido de candidatura a deputado estadual do ex-prefeito Sukita (PSB/Capela). Revelou que além do partido, será ouvida a coligação. O prazo para substituição de candidatos encerra na próxima quarta-feira, dia 6.

Faca no pescoço
A tendência é que o PSB e a coligação permitam a candidatura de Sukita a deputado estadual, em substituição ao seu irmão. Segundo uma fonte, a pressão do ex-prefeito é grande para que seja candidato. Ele, inclusive, ameaça apoiar Eduardo Amorim se não for permitida a sua candidatura.

Delírio?
De acordo ainda com a fonte, por onde passa Sukita tem dito que terá 100 mil votos para deputado estadual, sendo 60 mil na região de Capela, 17 mil em Nossa Senhora do Socorro e o restante em outros municípios.

Surpresa
Sem que ninguém esperasse, o prefeito João Alves Filho (DEM) está transferindo a conta bancária da Prefeitura de Aracaju do Banese para a Caixa Econômica Federal. Especula-se que para ter a conta da PMA a CEF pagou R$ 30 milhões.

Questionamento
O presidente do Sindicato dos Bancários do Estado de Sergipe, José Souza, disse ontem que vai entrar na Justiça para questionar a transferência da folha de pagamento dos servidores públicos da Prefeitura de Aracaju do Banese para a Caixa. Para ele, se não teve publicidade para a operação não teve transparência com a coisa pública.  

Expectativa
O Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional pode votar na próxima quarta-feira (6) parecer sobre a obrigatoriedade do diploma para exercício da profissão de jornalista. Esse parecer poderá ser utilizado pelos parlamentares como subsídio na discussão de propostas que restabelecem a necessidade de diploma específico para a categoria.

Veja essa...
Do candidato a governador Jackson Barreto, anteontem à noite, em ato político no Iate Clube de Aracaju, ao ter sido informado do atraso do salário dos servidores da Prefeitura de Aracaju que, pela primeira vez em 20 anos, não recebeu salário dentro do mês: "O atraso dos salários dos funcionários da prefeitura e o fechamento dos hospitais é mais um atraso da Prefeitura de Aracaju".

Curtas
Hoje tem carreata do candidato a governador Jackson Barreto, saindo às 9h da Colina do Santo Antônio, passando por 10 bairros da capital.

À noite, Jackson irá a Itabaiana para uma caminhada e comício organizados pelo ex-prefeito Luciano Bispo (PMDB), candidato a deputado estadual.

O vereador da oposição em Nossa Senhora do Socorro, Ricardo de Albino (PSDB), declarou ontem apoio a Jackson Barreto para governador e a Silvia Fontes (PDT) para deputado estadual.

O deputado estadual Augusto Bezerra está satisfeito com o comprometimento do candidato Eduardo Amorim a dois projetos de sua autoria: o que transforma o Colégio Atheneu Sergipense em Universidade Estadual de Sergipe com cursos de Licenciatura, como tem em vários Estados do Nordeste, e o de Recriação do Vale do Rio Real.  

No fechamento desta coluna, chegou à informação de que o próprio Sukita teria desistido de ser candidato a deputado estadual magoado com o tratamento recebido pelo partido após a sua prisão, pela Polícia Federal, pela acusação de desvio de recursos público e improbidade administrativa.

Sukita queria chegar hoje em Capela como candidato a deputado estadual do PSB, levado pelas lideranças do seu partido. Dirigentes da legenda chegaram a propor que a sua mulher, Silvanir, fosse a candidata.