Burguesia intolerante

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/06/2014 às 00:41:00

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, foi hostilizada durante a abertura da Copa do Mundo. Xingamentos contra a presidente foram ouvidos em dois momentos antes da partida: após a sua chegada ao estádio e após a execução do hino nacional, já a poucos minutos do início do jogo.

No segundo tempo, Dilma foi xingada mais duas vezes. Sempre com o mesmo coro: "Ei, Dilma, vai tomar no c...". Nunca se viu tanta falta de respeito, grosseria, estupidez a uma presidente da República que, como todo cidadão, merece o mínimo de respeito.

O curioso é que os gritos com palavrões começaram na área VIP da Arena Corinthians e se espalharam por outras partes das arquibancadas. Na área VIP só a elite tem acesso, pois o ingresso mais barato custa R$ 990,00 pela Fifa e mais de R$ 3 mil nas mãos dos cambistas.

O protesto da elite deve ser porque foi no governo do então presidente Lula, do PT, que o pobre passou a ter condições de frequentar os mesmos espaços que a burguesia, viajar de avião, ir a shopping, ter carro, televisão de LCD, microondas, entre outros produtos antes considerados de luxo e apenas para uma minoria.

Um dos que puxou o coro "Ei, Dilma, vai tomar no c...", foi o apresentador do Caldeirão do Huck da Rede Globo, o Luciano Huck, esposo da apresentadora também global Angélica. Huck é um típico burguês que mora em mansão, tem carro importado, helicóptero e lancha para passear nos fins de semana. Ou seja, uma pessoa que só devia agradecer a Deus por tudo o que tem, e não comandar palavras de baixo calão para o mundo todo ver contra a maior autoridade do país.

É essa elite podre que quer politizar a Copa do Mundo quando faz protestos e discursos demagogos de que o Brasil precisa investir na saúde e educação e não na construção de estádios de futebol, como se seus filhos estudassem em escolas públicas e fossem atendidos em hospitais públicos.  Essa mesma elite quer que os brasileiros, que sempre foram hospitaleiros e têm no futebol a sua paixão, deixem de torcer pela Seleção Brasileira para protestar nas ruas contra o Brasil, passando a pior imagem possível para o exterior.
Em Sergipe, nas manifestações que ocorreram e continuam ocorrendo nas ruas, só se vê estudantes usando tênis Nike, mochila, calça e camisa de grife. Pessoas essas que estão sempre nos shoppings comendo Mac Donald´s, tomando coca-cola e assistindo um filme no Cinemark.    

Felizmente, essas manifestações contra a Copa do Mundo não estão atraindo multidões nem tendo grandes repercussões. Apenas um número reduzido de pessoas, com a participação dos black blocks, insistem nos protestos com depredações ao patrimônio público e xingamentos.
Vamos fazer a Copa da paz e da alegria, pois esse é um momento histórico para o Brasil, que, após 64 anos, volta a sediar uma Copa do Mundo. Nenhum brasileiro deve torcer pelo quanto pior melhor. Toda agressão deve ser repudiada ...
Nessa Copa do Mundo todos os brasileiros devem vestir uma única camisa: a verde e amarela da Seleção Brasileira!!!!

Vale o registro 1
Um pai tirou o filho de um protesto contra a Copa do Mundo na manhã de quinta-feira, em São Paulo, e afirmou que ele teria direitos quando trabalhasse. "Você vai ter o seu direito quando você trabalhar e ganhar seu dinheiro", disse.

Vale registro 2
O jovem respondia afirmando que queria "estudo". "Deixa eu protestar. Eu quero estudo", afirmou o filho. "Não me interessa. Você já tem. Eu pago sua escola", disse.   Após falar isso, o pai saiu com a mãe e o filho a pé para bem longe da manifestação.

Nova conversa
Os Valadares tiveram ontem de manhã uma conversa com os Amorim. Foi na casa do senador Valadares, na Atalaia Nova, onde encontra-se desde a quinta-feira, onde já assistiu ao jogo Brasil x Corácia. Nada foi decidido ainda.  
Novo encontro
Nos próximos dias, os Valadares voltam a ter uma nova conversa com o governador Jackson Barreto (PMDB) e com o prefeito João Alves Filho (DEM).

Indefinição
O presidente municipal do PSB, Elber Batalha, avalia que hoje o seu partido está coeso e vai acompanhar a posição que for tomada nas eleições deste ano. Segundo Elber, ele não sabe qual será o destino político da legenda no pleito.
Ponto de vista
Revela que faltando 16 dias para o final das convenções partidárias, o PSB tanto pode ter o senador Valadares como candidato a governador - desde que João Alves apoie sua candidatura e indique a mulher, a senadora Maria do Carmo Alves, para o Senado - quanto pode apoiar Jackson Barreto ou Eduardo Amorim indicando o candidato a senador. "Tudo pode acontecer até o dia 30", avalia Elber.

Teoria
Nas rodas políticas é cada vez maior o sentimento de que João Alves ficará com os Amorim. Enumeram as razões: Mais comodidade para a reeleição da mulher para o Senado, tira o deputado estadual Adelson Barreto da disputa para o Senado e atende a vontade dos filhos Cristina e João Alves Neto.

Divisão familiar
Segundo uma fonte, já foi reconstruída a relação do empresário Edvan Amorim com a ex-mulher Cristina Alves, que mora em Brasília com os filhos. Ela, inclusive, estaria trabalhando para uma aliança dos seus pais com os Amorim. Permanece contra, a outra filha Ana Alves e o marido, o deputado federal Mendonça Prado (DEM).  

Tomando satisfação
Informações chegadas à coluna dão conta que a presidente da Assembleia Legislativa, Angélica Guimarães (PSC), ficou "possessa" com a publicação, pelo Jornal do Dia, de cópias de empenhos pagos a Rede Ilha, e de compra de móveis e passagens aéreas sem licitação. Só esta semana foi algumas vezes ao Tribunal de Contas do Estado pedir apuração de quem repassou o documento.

Perto da liberdade
O ex-prefeito Sukita (PSB/Capela), preso desde o dia 03 de junho pela acusação de atos de improbidade administrativa, crimes de lavagem de dinheiro e responsabilidade, já conseguiu habeas corpus dado pelo desembargador Edson Ulisses. Ele permanece detido no Presídio de São Cristovão por também existir um processo de habeas corpus no Tribunal Regional da 5ª Região e ser necessário aguardar uma posição deste tribunal.

Os outros presos
A esposa e a irmã de Sukita, Silvany Yanina Mamlak e Clara Miranir Santos, respectivamente, assim como seu ex-secretário municipal José Edivaldo dos Santos, também presos no dia 3 de junho, ainda aguardam decisão com relação ao pedido de habeas corpus formalizado junto ao Tribunal Regional da 5ª Região.  Silvanir e Miranir estão detidas na 8ª Delegacia Metropolitana e Edivaldo no presídio de São Cristovão.

Convenção do PSC
O senador Eduardo Amorim e o deputado federal André Moura participam hoje, em São Paulo, da Convenção Nacional do PSC que homologará a candidatura do pastor Everaldo à presidência da República. Everaldo é pastor da Assembleia de Deus e vice-presidente nacional do PSC. O evento acontecerá na Assembleia Legislativa de São Paulo, a partir das 9h.
Convenção tucana 1
Os delegados do PSDB de Sergipe também embarcaram ontem para São Paulo visando participar hoje da convenção nacional do partido, que vai homologar a candidatura do senador Aécio Neves a presidente da República. Terão direito a voz e voto os delegados sergipanos Roberto Goes, Adierson Monteiro, Bruno Andrade, Newton Porto, Djenal Gonçalves e Paulo César Soutelo.

Convenção tucana 2
Segundo o presidente estadual do PSDB, Roberto Goes, até o final do mês o partido em Sergipe realizará sua convenção para homologar as candidaturas locais e definir com quem estará aliado no processo eleitoral de outubro próximo.

Nomes tucanos
Entre os nomes do PSDB a homologarem suas candidaturas nas eleições deste ano o empresário Adierson Monteiro como candidato a deputado federal e o vice-prefeito José Carlos Machado como candidato a deputado estadual. O partido ainda não definiu com quem vai se coligar na chapa majoritária.  

No páreo
Machado já retornou a Sergipe após ter sido submetido a uma cirurgia de cateterismo para desentupir três artérias, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, e garante que está tudo sob controle e com a saúde ótima. Aguarda apenas liberação médica para retomar a sua agenda político-administrativa.

Curtas
Os pré-candidatos a governador Jackson Barreto (PMDB) e Eduardo Amorim (PSC) marcaram presença ontem na procissão de Santo Antônio, em Itabaiana.

Ao lado do ex-secretário Paulo Viana, o senador Valadares (PSB) visitou ontem o vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB). Disse que ficou alegre por vê-lo "muito disposto e animado".

Do deputado federal Márcio Macedo (PT) sobre as vaias a presidente Dilma, na abertura da Copa do Mundo: "A elite paulistana mostrou toda a sua intolerância, prepotência, arrogância e preconceito nas agressões a presidenta Dilma".
Também acontecerá hoje, em São Paulo, a convenção Nacional do PSTU que homologará as candidaturas de Zé Maria à presidência da República e Cláudia Durans à vice-presidência. O evento, que acontecerá no Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal, terá a participação da presidente estadual Vera Lúcia.
 
O PSTU realizará a sua Convenção Estadual na próxima quarta-feira, 14, às 18h, na Câmara de Vereadores de Aracaju. Segundo Vera Lúcia, a convenção será acompanhada por um debate programático sobre o programa socialista para Sergipe.