Jackson e o PT

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/05/2014 às 00:24:00

Repercutiu bastante as declarações do governador Jackson Barreto (PMDB) de que era mais fácil ele ser excluído da chapa majoritária do que excluir o PT. Declarações essas prestadas na Rio FM, de Porto da Folha, em resposta à pergunta desta jornalista feita na estreia do programa Jornal do Sertão, apresentado por Diego Gonzaga, na última sexta-feira.

Jackson disse que ele tem compromisso com a memória de Marcelo Déda, com as mudanças que estão sendo feitas no país, iniciadas por Lula e mantidas pela presidente Dilma Rousseff.  Revelou que sabe como é importante para o Estado caminhar com a participação de Dilma e que não vê nenhuma possibilidade do grupo do PMDB estar afastado do PT.

Essa foi a primeira vez que o governador falou sobre esse assunto, o que é um indício de que o DEM, liderado no estado pelo prefeito João Alves Filho, poderá não fazer parte da sua coligação. Mesmo o candidato ao governo sendo do PMDB, é pouco provável uma aliança entre PT e DEM, pois os dois partidos são adversários históricos e sempre tiveram grandes embates políticos.

Recentemente, aqui em Sergipe, teve dois embates entre lideranças dos dois partidos. O primeiro foi quando o presidente estadual do PT, deputado federal Rogério Carvalho, disse que faria uma campanha para o Senado fazendo um comparativo da atuação parlamentar dele com a principal adversária, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM).

João Alves, que já tinha declarado que a prioridade era a reeleição da sua mulher Maria do Carmo, não gostou e reagiu. Disse que podia vir até 10 Rogério com todo o dinheiro que dispõe, que a senadora iria enfrentá-lo sem qualquer receio.

O deputado estadual do PT Francisco Gualberto, que é o líder do governo na Assembleia, foi em defesa do companheiro petista. Declarou que João Alves devia estar confundindo o petista com pessoas envolvidas com a Navalha, se referindo a Operação Navalha, da Polícia Federal, que em 2007, em Sergipe, prendeu o filho de João Alves, João Alves Neto; o ex-secretário de João Alves e ex-conselheiro Flávio Conceição; e o ex-deputado Ivan Paixão. Todos acusados de participar de um esquema de desvio de dinheiro público e fraudes em licitações.      

Se já era difícil uma aliança entre PT e DEM, muitos já acham quase impossível esses dois partidos estarem do mesmo lado. Acham também que o fato do próprio governador ter declarado que não excluirá o PT da majoritária, é uma comprovação que já sabe disso...

Novo encontro
Na última sexta-feira à noite, em sua residência, o governador Jackson Barreto (PMDB) recebeu a visita do prefeito João Alves Filho (DEM), do vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) e da senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Eles chegaram depois das 22h30, quando Jackson retornou da sua visita ao sertão para levar investimentos.

Será?
Já no sábado pela manhã, antes de viajar para Londres, João Alves se reuniu com o senador Eduardo Amorim (PSC). Segundo uma fonte aliada dos irmãos Amorim, no encontro foi "batido o martelo" do apoio do DEM e PSDB à candidatura de Eduardo ao governo do Estado.  
Embarque
João Alves só embarcou às 14h do sábado, com destino a Londres, onde participa essa semana, junto com representantes dos Estados da Bahia, Alagoas, Ceará e Minas Gerais, da missão técnica do projeto "Aperfeiçoando as Parcerias Público-Privadas (PPPs) no Brasil", patrocinado pela Embaixada Britânica e implementado pela LSE Enterprise e pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fespsp). O prefeito só retorna a Sergipe no próximo fim de semana.   

Interino
A transmissão do cargo para o presidente da Câmara Municipal, Vinícius Porto (DEM), ocorreu em solenidade simples no próprio Aeroporto Santa Maria. Como prefeito interino, Vinícius despachou normalmente ontem em uma sala de reunião do Centro Administrativo Professor Aloísio Campos.

Fora do Estado
Para não ficar inelegível nas eleições deste ano, o vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) também viajou para não assumir o cargo de prefeito. Machado é pré-candidato a deputado estadual.

Expectativa
O senador Amorim declarou ontem, na Ilha FM, que a sua chapa pode ter o deputado federal Valadares Filho (PSB) como vice e a senadora Maria do Carmo (DEM) como a candidata ao Senado. Disse que acredita que fará a maior aliança política da história de Sergipe. "Todos unidos pelo bem do povo", alfinetou.

Em Brasília
Às 10h de hoje, o senador Amorim volta a presidir a Audiência Pública das Comissões de Meio Ambiente, de Ciência e Tecnologia e de Infraestrutura para debater o funcionamento da telefonia celular no País. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, é convidado. Na semana passada Amorim recebeu os presidentes das "Teles" que resultou em um debate amplo sobre os avanços na área e questionamentos do mau funcionamento no interior do Brasil.

Indefinição
Nos próximos dias o presidente estadual do PTB, deputado federal Adelson Barreto, terá uma conversa com o presidente nacional do seu partido Benito Gama sobre as eleições no Estado. Vai discutir se nos Estados o PTB também terá que apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, já que na semana passada o partido fechou com Dilma, e se será candidato a deputado federal ou a senador.

Angustiado
Adelson confessa estar na maior "agonia" para definir logo sobre essas questões. Revela que o que o está impedindo de ir a Brasília para discutir essas questões está relacionado à expectativa de votação dos vetos do governo às nove emendas da oposição ao ProRedes. Quer evitar polêmica com o seu nome, como aconteceu na votação do ProRedes, quando anunciou uma semana antes que estaria em Brasília tratando de questões do seu partido e no período que viajou foi colocado em pauta o ProRedes. Adelson não esconde que vota nos projetos do governo na Assembleia.

Caminho
compartilhado
Declara o deputado, que aparece em todas as pesquisas como o segundo colocado para o Senado sem nunca ter declarado que é candidato a senador, que dividirá a responsabilidade da sua candidatura a deputado federal ou ao Senado com a direção nacional do PTB. Diz que o partido dispõe das pesquisas e espera ainda na primeira quinzena de junho, já com novas pesquisas, em conversa com a direção nacional definir as diretrizes nas eleições deste ano.

Cautela
Ainda segundo Adelson, o presidente nacional do PTB disse que ele seguisse com sua candidatura de deputado federal, sem descartar a possibilidade de disputar o Senado por entender que política é a oportunidade do momento. "Tudo será analisado com muita cautela", disse Adelson à coluna.

No interior  
A Caravana "Quem faz o PT é você" chegou no sábado à noite em Japaratuba. Com a presença de militantes, lideranças, alguns prefeitos e vereadores da região, a Caravana vem acontecendo nos finais de semanas em vários municípios visando avaliar os governos do PT, celebrar a unidade do partido em Sergipe e discutir a sua participação nas eleições deste ano.

Comoção
Na caravana de Japaratuba, o evento foi marcado pela emoção. É que teve homenagem a duas lideranças do PT falecidas no ano passado vítima de um câncer: o governador Marcelo Déda e o ex-prefeito do município, padre Gerard.

Veja essa...
De Adelson Barreto sobre sempre ser eleito com votações expressivas e as lideranças políticas não respeitarem isso: "É preciso acabar com isso, só porque sou o neguinho do Manoel Preto. Na última eleição para deputado estadual obtive 62 mil votos, uma votação maior que três deputados federais eleitos. Até quando vou ter que ir para as urnas pedir para me respeitar? Um dia os políticos vão ter que parar de me discriminar, me respeitar e entender que as pessoas gostam do meu trabalho".

Curtas
Do deputado federal Márcio Macedo (PT) sobre a indefinição do prefeito João Alves nas eleições deste ano: "A posição de João Alves é cômoda, Está na Prefeitura de Aracaju, não tem oposição sistemática e pode decidir aos 45 minutos do 2º tempo".

Márcio continua defendendo que o governador Jackson Barreto tome logo uma decisão com relação a chapa majoritária, para se evitar especulações e até um desgaste político.

O governador viajou ontem a São Paulo e hoje estará em Brasília, em visita aos ministérios. Retorna na quinta-feira a Sergipe e na sexta-feira assinará ordem de serviço para o sistema viário do Centro Administrativo.

No sábado à noite, o presidente estadual do PSC, deputado federal André Moura, empossou três diretórios municipais do PSC Jovem nos municípios de Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé do São Francisco. André ressaltou a importância da participação da juventude na política e lembrou que foi prefeito de Pirambu aos 21 anos.

A direção nacional do PTB decidiu que o deputado estadual Adelson Barreto permanece como presidente estadual do partido. Hoje a legenda em Sergipe é constituída por pessoas indicadas por ele.