Queixas generalizadas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/05/2014 às 00:19:00

Não é só o governo e deputados governistas quem reclamam da presidente da Assembleia Legislativa, Angélica Guimarães (PSC), por engavetar projetos do interesse do Poder Executivo por meses, a exemplo dos polêmicos Proinveste e ProRedes. Agora, os próprios parlamentares do bloco político de Angélica também reclamam da demora em colocar para tramitar projetos de autoria de parlamentares.

Ontem mesmo, no pequeno expediente da sessão, o deputado estadual Augusto Bezerra (DEM), vice-líder da bancada de oposição na Assembleia, apelou à Mesa Diretora da Casa para que seja retomada uma agenda própria, com projetos dos deputados sendo colocados em pauta.

Segundo Augusto, ele mesmo tem o projeto da taxa de esgoto esperando para ser votado. Lembrou que tem a CPI da Telefonia que precisa ser dada uma resposta para os usuários diante dos péssimos serviços prestados pelas operadoras. "É importante que esta Casa passe a ter sua agenda", defende o parlamentar.
Disse que irá conversar com a presidência da Mesa Diretora para pedir uma atenção especial para esses projetos próprios e também com os presidentes das Comissões temáticas para que ainda esta semana elas possam ser convocadas e os projetos colocados na pauta.

Para o vice-líder da oposição, a Assembleia não pode fazer uma agenda apenas com projetos do Poder Executivo, analisando, votando e aprovando ou não os projetos mandados pelo governo. "Não se pode viver só de analisar e votar os projetos do governo. A gente tem que ter nossa agenda própria, com os projetos dos deputados que atendem ao povo sergipano", frisou.
Angélica não só deixa de colocar para tramitar projetos dos deputados tanto da oposição quanto da situação e do Poder Executivo, como não respeita documentos assinados pela grande maioria dos parlamentares pedindo a tramitação de determinados projetos.

Foi assim com o ProRedes, quando, após oito meses de engavetamento, 14 deputados da base governista e da oposição assinaram um documento pedindo a tramitação do projeto e ela fez ouvido de mercador, não respeitando a maioria dos seus pares. O ProRedes só foi colocado para tramitar quase um mês depois, por decisão judicial.

Agora, quem não deve estar muito satisfeito é o deputado estadual Zé Franco (PDT). Como vice-presidente da Assembleia, o parlamentar pode assumir a presidência da Assembleia somente após as eleições deste ano, mesmo Angélica já tendo sido eleita para o Tribunal de Contas do Estado há mais de um mês.  
A presidente Angélica precisa fazer uma reflexão das suas ações como presidente do Poder Legislativo, deixando de imperar a sua vontade e dos seus líderes para prevalecer o bom senso e o estado democrático de direito. Caso contrário, vai passar para a história política de Sergipe como a presidente do Poder Legislativo que presidiu em causa própria e como imperadora, não como parlamentar eleita para legislar a favor do interesse do povo... 3

Na pauta
O governador Jackson Barreto (PMDB) se reuniu ontem com os secretários Jeferson Passos (Fazenda), João Augusto Gama (Planejamento, Orçamento e Gestão), Zezinho Sobral (Casa Civil) e Benedito Figueiredo (Governo). Discutiu com esses auxiliares a possibilidade de implantação do Plano de Cargos e Salários dos Servidores Públicos e um reajuste linear para os servidores.

Prioridade
Segundo João Gama, ainda não foi possível definir nada pelo fato da Secretaria da Fazenda ainda não ter os números finais do quadrimestre. "A prioridade do governo é implantar o Plano de Cargos e Salários. Vai esperar os números finais para analisar e tomar uma posição definitiva", disse.

Preocupação
Revelou ainda o secretário que o governador Jackson Barreto está preocupado com a questão dos servidores, por ser o seu desejo conceder a reposição salarial e implantar o plano, mas para isso depende da situação financeira do Estado.   

Não vai vingar
De João Gama ao ser questionado como presidente estadual do PMDB se vai atender ao ofício do ex-deputado federal peemedebista Jorge Alberto de convocação de uma reunião da Executiva Estadual, até o próximo dia 15 de maio, para discutir a sua tese de que o partido deve sair sozinho na chapa proporcional: "Não estou vendo nenhum interesse de peemedebistas nesse sentido. Essa proposta pode até prejudicar".

Visita
O prefeito João Alves (DEM) e o vice José Carlos Machado (PSDB) foram ontem ao Palácio cumprimentar o governador Jackson Barreto pela passagem do seu aniversário de 70 anos, completados na semana passada. Na ocasião, Jackson falou do interesse do governo na reforma do Terminal Rodoviário Governador Luiz Garcia e João Alves levantou a questão do transporte público, relacionado a necessidade da licitação e a parceria entre governo e as prefeituras da capital e da grande Aracaju por conta da integração do sistema de transporte, para que as pessoas dos outros municípios não tenham que pagar duas passagens.

Sem política
Machado assegurou à coluna que no encontro com Jackson não se discutiu política. "Nós apenas fomos ao Palácio parabenizar o governador pelo seu aniversário. Ele falou da reforma do Terminal Luiz Garcia e o prefeito da questão do transporte urbano", disse.

Correndo atrás 1
Como secretário-geral do PSDB, Machado afirmou que nos últimos dias não teve nenhuma conversa do partido com outras legendas sobre as eleições deste ano. "No momento tenho conversado com os amigos com relação a minha candidatura a deputado estadual. Muitos assumiram compromisso. O apanhado é positivo, mesmo em cima da hora", revela.

Correndo atrás 2
Declara ainda que vem conversando diariamente com seis ou sete amigos. "Uns dizem que me apoiam, outros que vão pensar, pois tenho muita credibilidade tanto para ser deputado federal quanto estadual e que posso contribuir muito por Sergipe. Outros dizem que não é possível, por já ter outros compromissos. Não estou forçando nada. Quero ver se até o dia 30 de maio já contatei com todos os amigos".

Adiado
O presidente estadual do PSDB, Roberto Góes, adiou de ontem para a próxima semana a reunião da Executiva Estadual para discutir a possibilidade de candidatura da filha do empresário Walter Franco, Grace Franco, para o Governo do Estado. Isso porque os três prefeitos tucanos Gracinha (Itaporanga D´Ajuda), Lila Fraga (Lagarto) e Robson Hora (Itabaianinha), estão em Brasília participando da Marcha dos Prefeitos.

A Marcha 1
Dezenas de prefeitos de Sergipe estão em Brasília desde ontem para a 17ª edição da Marcha em Defesa dos Municípios, cuja abertura será às 9h de hoje, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, com a participação de cerca de 4 mil gestores municipais de todo o país, da presidente Dilma Rousseff e ministros. O evento vai discutir o tema "A crise nos municípios e a conjuntura eleitoral".

A Marcha 2
Os participantes devem assistir a um debate com os presidenciáveis nessa quarta-feira. Os cinco primeiros pré-candidatos ao cargo de Presidente da República, apontados nas pesquisas de opinião, foram convidados para responder perguntas no auditório principal da Marcha. Eles poderão expor também as propostas em benefício à autonomia e respeito ao município.

A Marcha 3
O evento é organizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) com a finalidade de debaterem, a cada ano, uma pauta de reivindicações que é apresentada aos Poderes Executivo Federal e Legislativo. Em 2014, os destaques são o aumento de 2% no FPM, apreciação da nova Lei dos Royalties por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) e mudanças na Lei do Imposto Sobre Serviços (ISS) para melhorar a arrecadação municipal.

Imortal      
Em definitivo, o ex-governador Albano Franco (PSDB) disse ontem que não é candidato a qualquer cargo eletivo nem nas eleições deste ano nem nas próximas. "Só desejo agora ser da Academia Sergipana de Letras", disse o tucano, que deve ocupar a cadeira do poeta Santo Souza. Ele já tem apoio da maioria dos 39 acadêmicos aptos a votar e a expectativa é de que não se apresente nenhum concorrente.

Pelo interior 1
O pré-candidato a governador, o senador Eduardo Amorim (PSC), passou o fim de semana andando pelo interior. Sempre ao lado do deputado federal André Moura (PSC), Amorim esteve em Poço Redondo visitando a liderança Manoel da Farmácia - a convite do deputado estadual Augusto Bezerra - e conversando com agricultores.  

Pelo interior 2
Ainda no sábado, Amorim e André prestigiaram o Circuito AVAP (Associação dos Vaqueiros Portofolhenses) de Vaquejada do Parque Cacau Leal no povoado Lagoa Redonda, município de Porto da Folha. Já no domingo, os dois parlamentares foram a Ilha das Flores, onde foram recepcionados com um almoço pelo prefeito Christiano Beltrão e participaram de algumas atividades referentes ao Dia das Mães.

Veja essa...
Do deputado federal Mendonça Prado (DEM), ontem, nas redes sociais: "PSC DESEPERADO nas emissoras de rádio. Pesquisas comprovam a queda livre dos frequentadores assíduos do Judiciário".

Curtas
O governador Jackson Barreto fez um vídeo em homenagem às mães sergipanas, que foi exibido nas redes sociais, no último domingo, quando se comemorou o Dia das Mães.

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB) participou de homenagem ao Dia das Mães, em Simão Dias, sua terra natal.

Os gabinetes dos deputados federais e senadores vão encher de prefeitos de hoje até quinta-feira, por conta da Marcha dos Prefeitos.
Levantamento feito pelo TSE destaca que a abstenção dos eleitores (não comparecimento às eleições) causa prejuízos financeiros ao país.

Nas Eleições gerais de 2010, o impacto foi de R$ 195,2 milhões, considerados o primeiro e o segundo turno daquele ano. Essa cifra baseia-se no custo médio do voto para o Brasil naquela eleição, calculado em R$ 3,63 reais por eleitor, segundo o TSE.